GEOGRAFIA AGRÁRIA


Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “agronegócio, turismo e pluriatividade”.

Vanderley (1999, p. 23, apud SILVA; PEDROSO; 2011, p. 92) afirma que a agricultura familiar é “entendida como aquela em que a família, ao mesmo tempo em que é proprietária dos meios de produção, assume o trabalho no estabelecimento produtivo. ” Para além desta definição, o governo brasileiro, em 2004, estabeleceu uma série de critérios que caracterizava a agricultura familiar. Sobre esses critérios e seus assuntos correlatos, leia as seguintes assertivas e, posteriormente, marque a alternativa que indica quais estão corretas:

I – Para ser classificado como agricultor familiar, 80% da renda da família deve vir da exploração turística.

II – Para ser classificado como agricultor familiar, as propriedades devem ter área menor que quatro módulos rurais.

III – Para ser classificado como agricultor familiar, a força de trabalho familiar deve prevalecer sobre a força de trabalho empregada.

IV – Os módulos rurais são áreas localizadas no campo, medidas em alqueires e apresentam o mesmo dimensionamento em todo o território nacional.

Pode-se dizer que:


Apenas as assertivas I e IV estão corretas.


Apenas as assertivas I e III estão corretas.


Apenas as assertivas III e IV estão corretas.


Apenas as assertivas II e III estão corretas.


Apenas as assertivas I e II estão corretas.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “Modernização agrícola e políticas no meio rural”.

Até praticamente a década de 1970 as áreas de Cerrado no Brasil eram consideradas improdutivas, graças às características naturais do solo, muito ácidos. Porém, isso não demoraria a ser solucionado, por meio de pesquisas que investiram na agropecuária. A respeito da modernização conservadora do campo brasileiro e suas consequências, veja quais as alternativas corretas:

I)            Com relação aos Programas para desenvolvimento do Cerrado pode-se destacar o Polocentro e o Prodecer, este de cooperação Nipo-brasileira.

II)          A década de 1980 foi a de apogeu no setor agropecuário - resultado da implantação de novas tecnologias -, o que gerou divisas que acabaram beneficiando a todos os brasileiros.  

III)        No final da década de 1990 o Brasil enfrentou grave crise econômica e climática e houve necessidade de importar alimentos, especialmente feijão, dos Estados Unidos da América.

IV)         O Programa de Desenvolvimento dos Cerrados foi elaborado pelos agricultores excluídos pela modernização, que exigiam a reforma agrária.

V)           A Reforma Agrária não ocorreu no Brasil por vários fatores, especialmente pela desigualdade de forças entre os trabalhadores do campo em relação à burguesia agrária.

Pode-se afirmar que:


As alternativas III e V estão corretas.


As alternativas II, III e V estão corretas.


As alternativas II e IV estão corretas.


As alternativas I e V estão corretas.


As alternativas I, II e III estão corretas.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “agronegócio, turismo e pluriatividade”.

O turismo em espaços rurais tem sido compreendido como uma atividade de complementação de renda para as famílias do campo. Muitos grupos, sobretudo aqueles que praticam a agricultura familiar, têm desenvolvido atividades tradicionalmente agrícolas concomitantemente com atividades ditas não agrícolas. Nessa perspectiva, pode-se afirmar que:


O turismo no espaço rural se torna mais promissor se desenvolvido e gerido pela população local, que conhece as características de suas propriedades região.
O turismo no espaço rural é mais promissor quando desenvolvido por empresas multinacionais, que implantam padrões culturais no campo brasileiro.
A grande vantagem do turismo no espaço rural é que ele não demanda nenhum tipo de investimento ou modificação no cotidiano das famílias receptoras.
Para que o turismo seja desenvolvido no campo é fundamental que as atividades agrícolas sejam suprimidas e a propriedade rural trabalhe apenas com o lazer.
O turismo no espaço rural não pode ser entendido como uma atividade econômica viável, pois as propriedades rurais não apresentam atrativos turísticos.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “Questão agrária e questão agrícola e organização da produção agrícola e suas atividades”.

 

Há uma grande discussão em torno da Reforma Agrária no Brasil. Isso se deve à histórica má distribuição da terra, datada do Brasil Colônia. De acordo com os estudos realizados sobre o assunto, avalie as afirmações a seguir e assinale a alternativa que indica a (s) correta (s).

 

I – A Reforma Agrária objetiva a redistribuição, realizada pelo Estado, de propriedades rurais improdutivas, a fim de que se cumpra a função social da propriedade rural, de modo a atender ao bem estar da coletividade e à justiça social. 

II – Há muitas barreiras que impedem a Reforma Agrária, tais como dificuldades jurídicas, elevado custo de manutenção das famílias assentadas, e resistência dos latifundiários, que dissimulam de variadas formas a produtividade das fazendas.

III – Para avaliar a produtividade de um imóvel rural, o INCRA observa o Grau de Utilização da Terra (GUT), que deve ser superior a 80%, e o Grau de Eficiência da Exploração (GEE), que deve ser de 100%.

 

Pode-se dizer que:

 


Estão corretas as alternativas I, II e III.
Estão corretas apenas as alternativas I e III.
Estão corretas apenas as alternativas I e II.
Está correta apenas a alternativa II.
Estão corretas apenas as alternativas II e III.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “agronegócio, turismo e pluriatividade”.

Silva (2009, p. 96) afirma que “Pela definição oficial sobre turismo no meio rural, entende-se que esta nova atividade agregaria todas as atividades desenvolvidas nesse espaço, desde shows e rodeios, atividades religiosas, práticas de esportes e visitas às paisagens naturais, preservação dos recursos naturais, até as atividades dos hotéis-fazenda, das pousadas rurais e de acompanhamento das atividades agropecuárias.”

Sobre o turismo rural, leia as assertivas abaixo e marque, a seguir, a alternativa correta:

I – No Brasil o turismo rural aparece na década de 1980, concentrado na região Sul, com destaque ao Estado de Santa Catarina.

II – O turismo rural é uma atividade econômica do campo que exige as mesmas habilidades que as demais atividades agropecuárias.

III – É comum que as pessoas – sobretudo os moradores das grandes cidades – procurem o turismo rural em busca de tranquilidade, paisagens naturais e descanso.

IV – O turismo rural impede que os indivíduos entrem em contato com a natureza, já que as atividades agrícolas estão modernizadas.

V – Atualmente a prática/desenvolvimento do turismo rural tem perdido foco no Brasil, o que ameaça o ramo de negócios.

Pode-se dizer que: 


Apenas as assertivas I, IV e V estão corretas.
Apenas as assertivas II, III e V estão corretas.
Apenas as assertivas III e IV estão corretas.
Apenas as assertivas II e V estão corretas.
Apenas as assertivas I e III estão corretas.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “Questão agrária e questão agrícola e organização da produção agrícola e suas atividades”.

A produção agrícola brasileira, assim como em outros países, tem passado por transformações importantes nas últimas décadas, a fim de atender às constantes demandas urbanas. Dessa forma, considere se estão certas ou erradas as assertivas abaixo. Assinale a alternativa que indica as corretas.

I. A política governamental de reforma agrária destina um módulo fiscal por produtor familiar que se comprometer a produzir biomassa.

II. Da forma como foi conduzida, a modernização das atividades agrícolas contribuiu para acentuar a concentração fundiária histórica do Brasil.

III. O processo de expansão da cultura de cana-de-açúcar para produção de etanol foi fator fundamental para preservação de pequenas propriedades.

IV. No Brasil, graças às inovações científicas que otimizam a produtividade em pequenas glebas de terras, verifica-se a diminuição da concentração fundiária.

Pode-se dizer que:


Está correta apenas a assertiva III.
Está correta apenas a assertiva II.
Estão corretas as assertivas I, II e III.
Estão corretas as assertivas III e IV.
Estão corretas as assertivas I, II e IV.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “Questão agrária e questão agrícola brasileira – relações de trabalho e produção no campo”.

A Lei de Terras foi um aparato jurídico que consolidou a propriedade privada no Brasil, tonando a compra como única forma de obtenção de terras. Ela está diretamente relacionada ao contexto social, econômico e político da sociedade em meados do século XIX. Desse modo, podemos apontar como causas da criação da Lei de Terras os seguintes pressupostos:


A independência do Brasil, ocorrida em 1822, e a criação de uma constituição, em 1824, o que exigia a regulamentação do acesso à terra.
A Lei Áurea de 1888, já que era “necessário” impedir que os ex-escravos tivessem acesso à propriedade fundiária, para que aceitassem o assalariamento. 
A revogação da lei de sesmarias a partir da independência, a proibição do tráfico negreiro e a vinda de imigrantes para trabalhar nas lavouras de café.
A necessidade que os latifundiários tinham de que a terra fosse um bem acessível a todos, para que se resolvesse o problema dos “desocupados”. 
A desvalorização do café na economia mundial, que resultou em desvalorização das terras, levando diversos latifundiários à quererem vender suas fazendas.  

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “agronegócio, turismo e pluriatividade”.

De acordo com Estrada (2003, p. 199) “(...) a pluriatividade é hoje um tema central entre os elementos que compõem o atual paradigma da multifuncionalidade, sendo valorada positivamente para a sustentabilidade dos espaços rurais.” Fonte: ESTRADA, Eduardo Moyano. Agricultura familiar, pluriatividade e desenvolvimento rural no Sul do Brasil. In: Estudos Sociedade e Agricultura. 2003.

Sobre a pluriatividade, leia e julgue as assertivas e marque, a seguir, a alternativa que indica a (s) correta (s).

I - A pluriatividade é um fenômeno observado, exclusivamente, no Brasil.

II - A pluriatividade pode ser entendida como um fenômeno diversificador de fontes de renda.

III - O turismo rural é um exemplo de atividade não-agrícola desenvolvida no campo.

IV - Uma propriedade rural onde se desenvolve a agricultura, a pecuária, o turismo e a apicultura pode ser considerada pluriativa.

V - A pluriatividade não é, e nunca foi, uma realidade do campo brasileiro.

Pode-se afirmar que: 


Apenas as assertivas IV e V estão corretas.
Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.
Apenas as assertivas II, III e IV estão corretas.
Apenas as assertivas I e II estão corretas.
Apenas as assertivas I, III e V estão corretas.

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “Questão agrária e questão agrícola brasileira – relações de trabalho e produção no campo”.  

O feudalismo foi o sistema social, econômico e político da Idade Média. A agricultura era a atividade econômica mais importante desse período histórico. Algumas características do feudalismo e da prática agrícola desse período estão destacadas corretamente dentre as afirmações abaixo. Identifique-as:

I – A produção agrícola não tinha fim comercial no período feudal, e seu excedente era voltado ao mercado de trocas.

II – Existiam três estamentos no feudalismo: o clero, a nobreza e os servos. Este último era o responsável pela produção agrícola.

III – Entre as técnicas utilizadas visando o aumento da produção nos feudos, se destacou o sistema de rotação de culturas.

IV – Os servos tinham direito à uma área dentro do feudo, na qual produziam para si próprios e comercializavam livremente.

V – O feudo era um minifúndio, portanto, uma pequena propriedade rural, em que a nobreza era mão de obra principal.

Pode-se afirmar que estão corretas as afirmativas:


I, II e III
III e IV
II e V
I, III e IV
II, III e V

Para responder a seguinte questão, você pode se basear nos estudos sobre “agronegócio, turismo e pluriatividade”.

Vimos que o agronegócio pode ser definido como um sistema integrado que agrega operações, produtos e serviços produzidos no meio rural. Nessa perspectiva, pode-se afirmar que fazem parte do agronegócio:


A agricultura, a pecuária e os esportes náuticos.
A agroindústria, a canoagem e as atividades sucroalcooleiras.
O turismo rural, a agricultura e a agroindústria.
O turismo rural, o mergulho e a agroindústria.
A pecuária leiteira, a indústria de queijos e o alpinismo.
Páginas: 123456