CURRÍCULO E A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO


Você compreendeu que ao termo currículo foram atribuídas diferentes concepções, em diferentes contextos e tempos históricos. Assim, leia as afirmativas a seguir:


I – Numa perspectiva crítica do currículo o educador assume um papel fundamental porque, querendo ou não, é um dos grandes responsáveis pela construção dos currículos que se materializam nas escolas e nas salas de aula.

II – As teorias críticas do currículo o consideram como produção social, algo universal, pronto, acabado e, portanto, inquestionável.

III – De certo modo o currículo é elemento central na definição daquilo que nós somos, daquilo que seremos futuramente, sendo crucial na definição das identidades dos nossos alunos.

 

As afirmativas CORRETAS estão contempladas em:




I apenas


II e III apenas


III apenas


I e II apenas


I e III apenas

Observe a seguinte definição em relação às teorias do currículo: dão ênfase aos aspectos técnicos do como fazer, uma vez que o status quo do conhecimento, do saber dominante, é dado como certo, inquestionável, pretensamente neutro, mesmo estando implicado em relações de poder. Já que o conhecimento a ser transmitido é inquestionável, resta apenas concentrar seus esforços na melhor forma de desenvolvê-lo e de transmiti-lo e nas questões de organização do currículo.

Estamos nos referindo à:



Teorias críticas do currículo


Teorias da avaliação


Teorias tradicionais do currículo


Teorias pós-crítica do currículo


Teorias da aprendizagem

Tanto na LDBEN 9394/96 quanto nas Diretrizes Curriculares Nacionais para os diferentes níveis de ensino e, também, nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s) há orientações e concepções expressas acerca do currículo escolar. A legislação educacional brasileira, quanto à composição curricular, contempla dois eixos.

Este eixo se garante uma unidade nacional, para que todos os alunos possam ter acesso aos conhecimentos mínimos necessários ao exercício da vida cidadã e é uma dimensão obrigatória dos currículos nacionais e definida pela União.

 

Este eixo é denominado de:



Transversal do currículo


Componentes regionais e locais

De base diversificada


Restrito do currículo escolar


De base comum nacional

O conhecimento escolar é uma construção própria e específica do ambiente escolar. A sua importância está no fato de propiciar mudanças, transformações nos sujeitos, bem como no seu contexto social imediato e mais amplo. Assim, levando em consideração a importância do processo de recontextualização do conhecimento, podemos afirmar que:




Os conteúdos escolares se constituem em mera simplificação de conhecimentos produzidos fora da escola.


São saberes e conhecimentos socialmente produzidos e provenientes da relação escola – sociedade e diferentes âmbitos de referência.


Devem omitir os conflitos estabelecidos e o silenciar das vozes, nas relações estabelecidas em seus âmbitos de referência.


 É algo “pronto” e “acabado”, universal e a-histórico, um produto inquestionável, imutável e neutro;


Não devem se preocupar com os interesses que são travados socialmente na construção desse saber, afinal é verdade única.

Existem alguns desafios a serem enfrentados, por nós educadores, se queremos uma educação realmente democrática e inclusiva.

A constituição de uma escola que se paute pelo compromisso com a inclusão escolar e social de todos pressupõe algumas características.

 

Assinale dentre as alternativas abaixo aquelas que fazem parte dessas características.

 

I-  Rompimento com a noção, tradicionalmente estabelecida na cultura escolar, de que sua finalidade consiste na transmissão de determinados conteúdos que devem ser assimilados por todos os alunos, nos tempos e condições preestabelecidos, convivendo-se, assim, com os altos índices de fracasso escolar.

II-  Reconhecer que as diferenças são históricas e que por maior que sejam os esforços, a situação não será revertida.

III- A criação de um ambiente motivador que potencialize a aceitação, a afetividade, a acessibilidade e um tempo que priorize o desenvolvimento cognitivo e a socialização individual, na relação com o coletivo, configura-se em uma condição prioritária para uma educação democrática.

 

As alternativas corretas são:

 


Apenas a III


Apenas a I


Apenas a I e a III


Apenas a II


Apenas a I e a II

A proposta de uma educação em Tempo Integral apresenta-se hoje como um horizonte a ser perseguido na medida em que o tempo integral dá a possibilidade de criar um entorno favorável ao desenvolvimento da ideia de ciclos como espaço e tempo de formação.

PORQUE

“[...] temos, hoje, uma educação dada apenas em tempo parcial, que obriga a uma atenção fragmentada para o aluno, com uso de professores horistas, num contexto social de piora das condições de vida de alunos e professores” (FREITAS, 2004, p. 28).

 

A respeito destas asserções, assinale a alternativa correta:


A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.


As duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justificativa correta da primeira.


Tanto a primeira como a segunda asserções, são proposições falsas.


A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.


As duas asserções são proposições verdadeiras mas a segunda não é uma justificativa da primeira.

Vincula-se a uma política neoliberal, que tem como plano de fundo a perspectiva economicista de liberar fluxos e enxugar custos, além de acreditar na utopia de uma escola que consiga ensinar tudo a todos dentro de um sistema capitalista, desigual e excludente, expressando, assim, uma visão de mundo neoliberal.

 

A definição acima é referente a:

 


Grupos escolares.


Sistema de ciclos.


Escola graduada.


Escola isolada.


Progressão continuada.

Para que realmente possamos mudar a concepção da escola pautada na homogeneização, classificação e exclusão, e que ela realmente venha contribuir com o processo de ensino-aprendizagem de qualidade, não basta apenas uma mudança de nomenclatura nessa organização. Alguns aspectos fundamentais, precisam ser repensados para que essas propostas se consolidem com resultados.

 

Assinale nas alternativas abaixo, verdadeiro (V) para o que precisa ser repensado e falso (F) para o que não precisa.

 

I-             (  ) Os conteúdos.

II-            (  ) O currículo.

III-           (  ) A avaliação.

IV-          (  ) A prática pedagógica dos professores.

V-           (  ) A cor dos uniformes dos alunos

 

 

A sequência correta está contida na alternativa:

 


V, V, F, V, V


F, V, V, V, V


F, F, F, F, V


F, F, V, F, F


V, V, V, V, F

Durante nossos estudos, pudemos perceber que em nossa vida o tempo regula nossas atividades mais corriqueiras. Vimos também que possuímos dois tipos de tempo, o biológico ou natural e social, criado pelo homem e que obedece ao tempo do relógio. Nas alternativas abaixo assinale aquela (s) que corresponde (m) ao tempo criado pelo homem e que regula seus afazeres procurando dar uma regularidade em sua vida:

 

I – O tempo de ir às compras.

 

II – O tempo de visitar um amigo.

 

III – O tempo das chuvas.

 

IV – O tempo para plantar e colher.

 

V -   Tempo de estuda, brincar e trabalhar

 

As afirmativas CORRETAS estão contidas em:

 


I, V apenas.


I, II e III apenas.


I, II e IV apenas.


II e III apenas.


I, II e V apenas.

Segundo a concepção de Dominique Julia (2001, p.10), a cultura escolar configura-se em:

“um conjunto de normas que definem conhecimentos a ensinar e condutas a inculcar, e um conjunto de práticas que permitem a transmissão desses conhecimentos e incorporação desses comportamentos; normas e práticas coordenadas a finalidades que podem variar segundo as épocas”.

 

De acordo com essa definição assinale nas alternativas abaixo, V para as atitudes que são inculcadas pela cultura escolar e F para aquelas que não são:

 

(  ) Aprendemos quais os lugares são destinados aos pais, aos professores e aos alunos.

(  ) Aprendemos quais os espaços proibidos e quais são liberados para frequentar.

(  ) Aprendemos em quais espaços cada atividade de “trabalho” ou de “descanso” e expressão de liberdade devem ocorrer. 

(  ) Aprendemos o tempo de duração de cada aula.

(  ) Aprendemos qual o tempo de brincar e formas de viver e conviver no espaço educativo.

 

A sequência correta está contida na alternativa:


V, V, V, V, F


V, V, F, F, F


V, V, V, V, V


V, F, F, F, F


F, F, F, V, V

Páginas: 12