FUNDAMENTOS HISTÓRICOS E FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO


Leia, com atenção, as assertivas abaixo:

 

A questão da cidadania está intrinsecamente ligada à luta empreendida pelos diversos coletivos e movimentos sociais em busca de direitos. E, se assim o é, essa luta está ligada à educação.

PORQUE

A educação se consolida num processo de luta que é, em si mesmo, um movimento educativo.

 

A respeito dessas asserções, assinale a alternativa CORRETA:


A primeira é uma proposição verdadeira, e a segunda, falsa.


As duas são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.


A primeira é uma proposição falsa, e a segunda, verdadeira.


As duas são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.


As duas asserções são proposições falsas.

Marcado por transformações no âmbito econômico, na estruturação e no domínio do modo de produção capitalista, o XIX imprimiu sobre a produção intelectual e pedagógica o predomínio da racionalidade técnica herdada da revolução científica do século XVII. Nesse contexto, a laicização e a emancipação das formas de pensar a sociedade alcançaram novos processos de racionalização que, por sua vez, produziram profundas mudanças nos saberes que se organizam sob o primado da razão. Por esse motivo, o pensamento pedagógico do século XIX precisa ser compreendido a partir do estágio em que se encontravam a filosofia e a ciências.

 

Sobre as ideais pedagógicas do século XIX, julgue as assertivas a seguir.

 

I A perspectiva positivista influenciou diretamente a pedagogia, que passou a compreender a aprendizagem como processo racional, mecânico e utilitário.

II O romantismo estético alemão em nada influenciou a exploração dos temas relacionados à construção das identidades históricas e nacionais.

III A interpretação filosófica do século XIX gerou uma nova base de conhecimentos, conciliando os conceitos positivistas, idealistas e materialistas.

 

Está CORRETO o que se afirma em:


III, somente.


I e II.


II, somente.


I, somente.


I e III.

Na medida em que o capitalismo foi se consolidando, as diversas transformações vinculadas à Revolução Industrial atingiram amplos setores da economia, tencionando não só a reorganização das relações de trabalho e produção, como a determinação de novos arranjos sociais e culturais. Por isso, o pensamento pedagógico do século XIX precisa ser compreendido a partir do estágio em que se encontravam a filosofia e a ciências. Sobre as ideais pedagógicas do século XIX, é CORRETO afirmar que:


A revolução cultural caracterizada pelos ideais do romantismo reiterou o racionalismo iluminista, reforçando o papel da razão como única força espiritual humana criativa.


A interpretação filosófica do século XIX gerou uma nova base de conhecimentos, conciliando os conceitos positivistas, idealistas e materialistas.


O romantismo estético alemão em nada influenciou a exploração dos temas relacionados à construção das identidades históricas e nacionais.


As reflexões filosóficas acerca dos limites da razão para o conhecimento da realidade foram substituídas pelas investigações pedagógicas.


a renovação pedagógica não alterou o caráter de distinção de classe próprio da educação burguesa:  o ensino secundário de cultura geral para a formação das elites, e o ensino primário voltado para a formação dos trabalhadores.

Leia, com atenção, os textos a seguir.

 

A ação joanina na educação escolar acompanha a tendência geral apontada pela história da educação dos séculos XVIII e XIX [...] ao manter as seguintes características da reforma de 1759-1772: a estatização, no sentido de concentrar o controle da educação escolar em níveis secundário e superior nas mãos do Estado, e pragmatismo, no sentido de oferecer conhecimento científico utilitário e profissional, em instituições de ensino avulsas, isoladas, segundo o modelo ilustrado (HILSDORF, 2007, p. 34).

 

O Brasil não é lugar de literatura [...] Na verdade, sua total ausência é marcada pela proibição geral dos livros e a falta dos mais elementares meios pelos quais seus habitantes possam tomar conhecimento do mundo e do que se passa nele (HENDERSON apud GOMES, 2007, p. 238).

 

A partir da leitura dos textos acima, julgue as afirmativas a seguir indicando V para as que forem verdadeiras e F paras que forem falsas:

 

( ) A manutenção do modelo pombalino das aulas régias durante o período joanino apresentou-se suficiente para o atendimento e formação intelectual da população na colônia.

( ) A criação de escolas superiores atendiam a uma necessidade imediata: formar oficiais do exército e da marinha para a defesa da colônia, além de militares, médicos e outros.

( ) A operação das mudanças culturais na colônia, por obra de D. João VI, privilegiou a qualificação da educação em todos os níveis de ensino (elementar, secundário e superior).

( ) A valorização dos ensinos secundário, técnico, e em especial do ensino superior, contribuía com a manutenção dos privilégios da elite.

( ) A ausência do acesso à leitura fazia com que a população, predominantemente rural, continuasse mergulhada na ignorância, perpetuando a manutenção dos privilégios da monarquia e do modelo de dominação social.

 

Assinale a sequência CORRETA:


V, V, F, F, V.


F, F, V, F, F.


F, V, F, F, V.


V, F, V, F, F.


F, V, F, V, V.

Leia, com atenção, o texto abaixo:

 

A natureza e as características da Pedagogia estão estreitamente ligadas tanto ao que se entende por educação quanto ao que se entende por saber científico ou filosófico. Visto que a educação está sempre conectada às várias formas de vida historicamente determinadas, todas as concepções pedagógicas, ao definir os critérios da formação humana e os objetivos da aprendizagem refletem, inevitavelmente, os ideais, os valores, os interesses políticos e econômicos do tempo ao qual se referem (CESCON, 2009, p. 11).

 

Segundo Cescon, a natureza e as características da Pedagogia legitimam a Filosofia da Educação como um campo de conhecimento produzido no encontro das questões pedagógicas e filosóficas. Sobre o papel da Filosofia da Educação, assinale a alternativa CORRETA.


As funções interpretativas e analíticas da Filosofia da Educação são responsáveis pela criação de hábitos reflexivos e juízos técnicos e científicos acerca dos sistemas educativos.


O eixo conceitual da Filosofia da Educação diz respeito apenas às ideias políticas da educação e, por isso, não configura uma relação em rede com outros saberes.


O exercício metarreflexivo da Filosofia da Educação se desdobra na busca pelos fundamentos epistemológicos, sentido, objeto e método da pesquisa pedagógica.


A função crítica da Filosofia da Educação por si só não é capaz de permitir a compreensão de homem e sociedade reveladas na educação e práticas educativas.


A natureza didático-metodológica da Filosofia da Educação ocupa-se somente das normas, regras, procedimentos e leis que regulamentam o sistema educacional.

A fermentação das discussões pedagógicas no Brasil teve início ainda no final do Império, intensificando-se após a proclamação da República. As novas ideias, vindas da Europa e depois dos Estados Unidos, estimularam as reflexões, inicialmente com a divulgação do método intuitivo e, posteriormente, com o ideário positivista. Sobre o processo de construção de ideias pedagógicas no Brasil, julgue as alternativas a seguir:

 

I A pedagogia tradicional predominante desde o Império marcou intensamente as práticas pedagógicas do século XX contribuindo com a educação de sujeitos livres, críticos e criativos.

II Além do positivismo, no início da República alguns intelectuais sofreram influência do ecletismo que reunia diversas tendências filosóficas.

III Nas primeiras décadas do século XX o movimento anarquista criticava a repartição injusta dos benefícios culturais e defendiam uma escola única e universal.

IV A pedagogia progressista defendida pelo movimento escolanovista concretizou imediatamente uma profunda transformação na concepção de educação e nos ideais de escola pública e universal.

V Na década de 1930 os escolanovistas fertilizaram o debate sobre educação, compreendendo as novas necessidades de um país urbanizado e industrializado.

 

Estão CORRETAS as afirmativas:


I, IV e V.


II, III e V.


II, IV e V.


I, III e V.


I, II e IV.

A democratização da educação é imprescindível para a consolidação da democracia. Assim, não se pode pensar em sociedade democrática ou em Estado Democrático de Direitos, se não houver uma escola verdadeiramente democrática e práticas pedagógicas voltadas para a humanização, socialização e subjetivação. Partindo da relação entre a educação, a cidadania e a democracia, julgue as assertivas abaixo, indicando V para as que forem verdadeiras e F para as que forem falsas.

 

( ) O professor é o “homem dos conceitos”. A ele cabe a tarefa de transmitir e garantir a assimilação dos conhecimentos produzidos e acumulados historicamente.

( ) O professor é “formador” e, por isso, deve realizar mediações e propor conexões entre os saberes, fazendo da sala de aula o espaço do diálogo e valorização da culturalidade.

( ) A escola é o lugar do entrecruzamento do projeto coletivo da sociedade com os projetos existenciais de alunos e professores.

( ) A consolidação dos direitos políticos, sociais e civis não passa pela escola, uma vez que se trata de um debate pertinente somente à esfera política e aos representes eleitos pelo povo.

( ) À escola cabe a expansão da consciência crítica e reflexiva de seus alunos. É ela que torna educacionais as ações pedagógicas que as impregna com finalidades políticas da cidadania.

 

Assinale a sequência CORRETA:


V, F, F, V, F.


F, V, V, V, F.


F, V, V, F, V.


V, F, V, V. F.


F, V, F, V, F.

Durante o Império e a República Velha, algumas importantes modificações ocorreram demarcando um novo campo educacional e cultural no Brasil. Entretanto, a estrutura social e econômica do Império e, posteriormente, da República, permaneceu a mesma. Isto posto, julgue os itens abaixo:

 

I A força de trabalho escravagista foi gradualmente substituída pela força de trabalho dos próprios escravos, só que, dessa vez, contratados e portadores de direitos trabalhistas.

II A estrutura de estratificação da sociedade permaneceu a mesma: relações sociais baseadas de poder econômico, evidenciando a existência de duas classes: uma elite dominante e uma massa de dominados.

III Na educação surgiu a necessidade de formar quadros técnicos e administrativos novos e, por isso, foram mantidas e ampliadas as inovações criadas por ocasião da vinda de D. João VI para o Brasil.

 

Está CORRETO o que se afirma em:


I e III.
I e II.
I, somente.
II e III.
III, somente.

Leia, com atenção, os textos abaixo:

 

TEXTO 1

Na medida em que o capitalismo foi se consolidando, as diversas transformações vinculadas à Revolução Industrial atingiram amplos setores da economia, tencionando não só a reorganização das relações de trabalho e produção, como a determinação de novos arranjos sociais e culturais.

 

TEXTO 2

O fenômeno da urbanização acelerada, decorrente da expansão do capitalismo industrial, ampliou as expectativas com respeito aos objetivos da escola e às práticas de ensino, em virtude da ascendente necessidade de qualificação da mão-de-obra para o trabalho nas fábricas.

 

Na relação entre o texto I e o texto II, é CORRETO inferir que:


Os dois textos não se relacionam.
O texto I explica o texto II.
O texto I contradiz o texto II.
O texto II é uma crítica ao texto I.
O texto II completa o texto I.

Segundo Cescon (2009, p. 10), “o substantivo pedagogia, como o conjunto das atividades do pedagogo, surgiu na França, por volta de 1495 e, a seguir na Alemanha, com o sentido de intervenções de sentido instrutivo. O termo passo a significar qualquer teoria referente à atividade didático-educativa”. Contudo, afirma o autor, “uma coisa é a educação e outra é a Pedagogia”.

 

(CESCON, E. A filosofia e a educação. In: CESCON, E.; NODARI, P. C. Temas de filosofia da educação. Caxias do Sul, RS: Educs, 2009, p. 10)

 

Sobre a diferença entre a educação e a Pedagogia, julgue as afirmativas a seguir.

 

I A Pedagogia possui um aspecto teórico, pois abrange o conjunto dos conhecimentos produzidos acerca do processo educativo.

II A educação possui um aspecto prático e, por isso, diz respeito ao conjunto das normas, regras, procedimentos e leis que regulamentam o sistema educacional.

III A educação é processo e, por isso, possui em sua natureza dinâmica o caráter da práxis, pois representa a concretização da ciência pedagógica no fato educativo.

IV A Pedagogia se ocupa do estudo científico e especulativo da educação, de suas teorias, de seus aspectos filosóficos, científicos e técnicos.

V A educação é um processo autossuficiente, com fins específicos e representa um conjunto de saberes que determinam os procedimentos pedagógicos.

 

Estão CORRETAS as afirmativas:


I, III e IV.
II, III e IV.
I, III e V.
I, II e V.
III e V.
Páginas: 12345678