PRÁTICA DE QUÍMICA ORGÂNICA EXPERIMENTAL IV


Na reação de transesterificação para a produção do biodiesel, com a utilização de óleos vegetais, cerca de 10% do volume total resultante da reação é glicerina bruta. Sendo assim, em uma mistura reacional de 30 mL, a quantidade de glicerina resultante será de:


4 mL
3 mL
2 mL
5 mL
1 mL

Devido à pronta disponibilidade dos elétrons pi, as ligações duplas e triplas entre carbonos sofrem uma série de reações químicas incomuns em outras classes de substâncias orgânicas. Os testes mais utilizados para a detecção de ligação múltipla de alcenos e alcinos em amostras orgânicas são:


Teste de Jones e Teste de Lucas
Teste de Beilstein e Teste de NaOH
Teste de Bayer e Teste de Bromo
Teste com cloreto férrico e teste de Jones
Teste de Tollens e Teste de NaHCO3

Em um teste muito utilizado para identificação de aldeídos, temos a necessidade de preparar o reagente no momento da análise. Esse reagente é preparado a partir da mistura de AgNO3 com NaOH. Após o aparecimento de um precipitado, NH4OH é adicionado até o desaparecimento do mesmo. Esse reagente é o responsável pela formação de prata elementar ao reagir com aldeídos. Sendo assim, marque a alternativa que corresponda ao nome do reagente e questão:


Fehling
Jones
Tollens
Benedict
Lucas

Um teste qualitativo utilizado para identificar aldeídos e cetonas baseia-se na utilização de 2,4-dinitrofenil-hidrazina em meio ácido que reage com a amostra orgânica para formar 2,4-dinitrofenil-hidrazona. Esse teste é positivo, quando:


Ocorre a formação de duas fases
Ocorre a descoloração da amostra
Ocorre a formação de um espelho de prata
Ocorre a formação de um precipitado amarelo
Ocorre o desprendimento de CO2

A primeira etapa de um processo de identificação de um composto orgânico trata-se da realização de testes de solubilidade em diferentes solventes. O primeiro teste a ser realizado, trata-se de observar a solubilidade do composto desconhecido em água, e caso o composto seja solúvel, qual o próximo teste a ser realizado?

 


Medida de condutividade
Medida de pH
Solubilidade em NaOH
Teste de chama
Solubilidade em NaHCO3

O biodiesel pode ser produzido pela reação de transesterificação ou esterificação (presença de ácidos graxos livres) de óleos vegetais e/ou gorduras animais com álcool de cadeia curta e na presença de catalisador ácido ou básico, que pode ser homogêneo ou heterogêneo. Os catalisadores que apresentam melhores teores de conversão são o NaOH e KOH e estes são considerados:


Catalisadores homogênios básicos
Catalisadores enzimáticos ativos
Catalisadores homogênios ácidos
Catalisadores heterogênios básicos
Catalisadores heterogênios ácidos

Os monômeros empregados na polimerização por adição, possuem normalmente duplas ligações que participam da reação em cadeia. O tipo de reação que leva à propagação da cadeia é, em geral, reação via radical livre que leva à geração de espécies muito reativas. Sendo assim, sabendo que o etileno é o monômero que permite a produção do polímero polietileno, marque a alternativa que represente o grau de polimerização quando a massa molecular do polímero for igual a 77 000 g/mol e a massa do monômero for igual a 28 g/mol.


3000
2500
2750
2000
2250

A densidade do combustível, de uma maneira geral, influencia a partida e pressão da injeção, além da pulverização do combustível, de modo a interferir no desempenho do motor de combustão e na emissão de gases, pois altas densidades podem gerar fumaça negra e emissão excessiva de material particulado. Sendo assim, após coletar 25 mL de biodiesel, um analista verificou que a amostra apresentava 23,5 g, portanto podemos concluir que sua densidade será igual a:


0,106 kg/L
9,40 kg/L
0,85 mg/mL
0,94 kg/L
1,06 g/mL

O amido é um polímero natural formado pela união de dois polissacarídeos: a amilose e a amilopectina. Basicamente, o amido é formado por moléculas de α-glicose e possui a fórmula (C6H10O5)n, sendo que “n” pode variar de 60 000 a 1 000 000 de unidades, sendo que esses milhares de monômeros de glicose estão ligados por ligações glicosídicas alfa, de maneira linear e ramificada. Contudo, na fabricação do bioplástico ocorre a adição de ácido clorídrico, que possui a função de:


Tornar a cadeia polimérica ramificada, aumentando sua resistência.
Quebrar a amilopectina, pois esta inibe a formação da película.
Quebrar a amilose, pois esta inibe a elasticidade do polímero.
Aumentar a quantidade de unidades repetitivas no polímero.
Tornar o polímero incolor.

Polímeros produzidos por reações em cadeia são frequentemente chamados polímeros vinílicos devido à presença da dupla ligação. As principais características do processo de polimerização e dos polímeros obtidos por este processo são:


Os polímeros possuem uma cadeia principal formada por átomos de carbono com hibridização sp2 e a propagação de cadeia ocorre via radical livre.
Os polímeros obtidos possuem elevada massa molecular e o processo de iniciação e propagação da cadeia ocorre rapidamente.
Os polímeros são sempre lineares e o processo de iniciação deve ser uma decomposição térmica.
Os polímeros obtidos possuem grau de polimerização elevado e o processo de iniciação ocorre por clivagem heterolítica.
Os polímeros possuem baixa massa molecular e o processo de iniciação é lento.
Páginas: 12