LITERATURA INFANTIL


São vários os autores que se destacam com publicações infantis que atendem ao público: Pré-leitor, dentre eles, para exemplificar, sugerimos o livro “Assim Assado” (Moderna), de Eva Furnari:

Disponível em: http://www.letrinhaspraler.com.br/2016/07/assim-assado-eva-furnari.html  Acesso em 24 de jul.  2020.

Uma das características desta obra é o paralelismo com que os textos são construídos, juntamente com as rimas, cria um jogo verbal que envolve gostosamente o leitor num fio ao mesmo tempo conhecido na estrutura e novo no conteúdo.

 

Em relação às características da obra, é correto afirmar:

 

I. Ela é indicada, conforme a editora, para o leitor iniciante, ou seja, aquele que está na primeira ou segunda série do ensino fundamental.

II. A partir de sua capa, em que risonhas crianças viajam em tapete mágico ou prancha de faz de conta, Assim assado é um livro muito engraçado.

III. Todas as histórias têm uma organização binária: apresentação e nomeação da personagem seguida de uma ação atrapalhada e sua consequência.

 

 

São corretas as afirmativas:

 


III apenas.


II apenas.


II e III apenas.


I e II apenas.


I, II e III.

Visando atender a esse amplo mercado literário, a proliferação de livros fragmentados, sobrecarregados de informações, mas despidos de fantasia e imaginação multiplicou-se nas editoras brasileiras e muitos deles, ao invés de atrair o jovem leitor o afastava da leitura. Entretanto, esse cenário negativo não afetou a alta qualidade da produção literária para crianças e jovens no Brasil.

Atualmente, em relação à Literatura Infantil, é correto afirmar:

 

I. Os livros selecionados pela escola, muitas vezes, denunciam o “modelo” de pessoas que ela pretende formar.

II. O currículo da escola deve se pautar na literatura como objeto que se apoia na arte, fortalecendo o potencial de cada ser, estimulando sua expressão e habilidades individuais.

III. Compete à escola possibilitar esse espaço de conhecimento, auxiliando o aluno a aprofundar a relação afetiva e intelectual com as obras.

 

 

São corretas as afirmativas:


II e III apenas.


I e II apenas.


I, II e III.


II apenas.


III apenas.

Segundo (LAJOLO & ZILBERMAN, 1991, p. 47), uma série de fatores impulsionaram o aumento da produção para crianças e jovens e, o maior interesse dos escritores já reconhecidos em enveredar por este caminho reflete a demanda do mercado brasileiro por livros.

Neste sentido, os fatores que contribuíram para este aumento foram:

 

I. A consolidação da classe média, o avanço da modernização e da industrialização do país.

II. O aumento da escolaridade dos grupos urbanos.

III. O novo status da literatura e das artes após o movimento modernista.

 

 

 

São corretas as afirmativas:


I e II apenas.


II apenas.


III apenas.


II e III apenas.


I, II e III.

Leia o trecho a seguir:

No século XVII, escritores como La Fontaine, na França, criaram novas fábulas ou recontaram antigas, em versos ou em pequenos contos em prosa.

No Brasil, Monteiro Lobato, nos anos trinta, reescreveu muitas fábulas por meio da turma do Sítio do pica-pau-amarelo. E, mais recentemente, inúmeros escritores se ocuparam da arte de atualizar essas histórias para deleite de todos.

 

Em relação às características das fábulas, analise as afirmativas abaixo, indicando “V” para as que forem consideradas verdadeiras e “F” para as falsas.

 

(   ) As personagens das fábulas são geralmente animais, que são apresentadas  com certas características que fazem lembrar atitudes humanas.

(   ) Transmite sempre um ensinamento.

(   ) Brevidade: a narrativa curta, geralmente, um diálogo.

(   ) No Brasil, um dos escritores mais importantes que retrabalhou antigas fábulas e criou novas foi Monteiro Lobato.

 

Assinale a sequência CORRETA:


V, V, F, F


V, F, V, F


V, V, V, V


F, V, V, V


F, F, F, F

A professora Fátima, objetivando desenvolver a oralidade infantil, convidou seus alunos para assistirem ao vídeo A MENINA QUE ODIAVA LIVROS, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=ZsURXKum5K0  .Acesso em: 24 de jul. 2020.

 

Agora, a partir de uma relação entre o vídeo e o desenvolvimento da oralidade infantil, avalie as afirmativas abaixo sobre as atividades desenvolvidas pela professora:

 

I. Organizou uma conversa com os alunos, possibilitando-lhes   exteriorizarem suas impressões a respeito do vídeo.

II. Fez várias perguntas sobre o vídeo, sobre as ações desenvolvidas pelos personagens....expressaram livremente.

III. Deixou todos se expressarem, relatando experiências pessoais e fazendo relações  com outras histórias conhecidas.

IV. Montou um jogo de memória com os personagens que aparecem na história ilustrada no vídeo.

 

São corretas as afirmativas:


I e IV.


II apenas.


III apenas.


I, II e III.


I, II, III e IV.

A origem da clássica história de Dona Baratinha é incerta. O registro mais antigo é de 1872, intitulado “Histórias da Carochinha”.

A solução para o desfecho da Dona Baratinha de Figueiredo Pimentel é que a personagem decide que nunca mais vai se casar. Já em Ana Maria Machado, Dona Baratinha decide aproveitar a vida:

- Coitado do ratinho! Mas para mim foi uma sorte. Não podia dar certo um casamento com um noivo que gosta mais de feijão do que de mim. Melhor eu ficar sozinha e gastar meu dinheiro para me divertir. E assim fez (MACHADO, 1996, p. 57).

De acordo com a obra de Ana Maria Machado, é correto afirmar:

 

I. Na história, a moeda que encontrara reavivou uma ideia esquecida por certo tempo, pois assim, aquele dinheiro servir-lhe-ia de trunfo para convencer os seus pretendentes a casar-se com ela.

II. O texto também possui símbolos camuflados, como a própria baratinha, representa a feminilidade, a fragilidade da mulher; a moeda representa o dote que a noiva paga ao seu pretendente.

III. Na História de Ana Maria Machado temos uma desvalorização da personagem que, recriada segunda a imagem da mulher moderna dos anos 90, acaba aos olhos do leitor sendo vista como uma mulher fria e calculista.

 

São corretas as afirmativas:


III apenas.


I, II e III.


I e III apenas.


I e II apenas.


II apenas.

A reflexão acerca da literatura infantil mobiliza informações sobre a criança. Essa é circundada por um universo pautado na educação, que lhe é garantida por lei, amparada pela família, escola e sociedade em geral. Entretanto, nem sempre foi assim, essa visão veio consolidar-se somente no século XX tornando-se uma categoria social revestida de importância.

De acordo com o Panorama geral da Literatura Infantil, avalie as afirmações a seguir:

I. Para Philippe Ariès (1981), a infância, e por extensão a adolescência, é entendida como uma criação da era moderna, resultante das modificações na estrutura da sociedade.

II. O cenário e as condições em que a criança se desenvolvia aponta que, ao fim da Idade Média, não se respeitava essa fase tão importante para a formação social.

III. Nos séculos XVI e XVII, nota-se a crescente valorização dos membros centrais da família e, esse sentimento concorre fortemente para uma maior valorização da criança.

É correto o que se afirma em:


I e II apenas.


I e III apenas.


II, apenas.


I, II e III.


III, apenas.

Páginas: 1