CONTABILIDADE AVANÇADA


Estudamos que a NBC TG 36 tem como objetivo estabelecer princípios para a apresentação e elaboração de demonstrações consolidadas quando a entidade controla uma ou mais entidades. Esta Norma não trata dos requisitos contábeis para combinação de negócios e seus efeitos sobre a consolidação, incluindo goodwill resultante de combinação de negócios. Deverá a controlada apresentar as demonstrações contábeis consolidadas nas quais os investimentos em controladas estão consolidados. Vimos que existem exceções em alguns casos. Neste sentido, analise os itens a seguir:

 

I - A controladora é ela própria uma controlada (integral ou parcial) de outra entidade, a qual, em conjunto com os demais proprietários, incluindo aqueles sem direito a voto, foram consultados e não fizeram objeção quanto à não apresentação das demonstrações contábeis consolidadas pela controladora.

II - A controlada não arquivou e não está em processo de arquivamento de suas demonstrações contábeis na Comissão de Valores Mobiliários ou outro órgão regulador, visando a distribuição pública de qualquer tipo ou classe de instrumento no mercado.

III - Os instrumentos de dívida ou patrimoniais da controlada não são negociados em mercado aberto.

IV - A controladora final (ou intermediária) da controladora disponibiliza ao público suas demonstrações contábeis consolidadas em conformidade com as Normas Brasileiras de Contabilidade do Conselho Federal de Contabilidade.

 

Está correto apenas o que se afirma em:


I, III e IV.


II, III e IV.


I e II.


I e IV.


II e IV.

Observe os balanços patrimoniais da Controladora Guanhães e suas controladas Nova Lima e Rio Verde:

A empresa Nova Lima é controlada integral da empresa Guanhães.

A empresa Guanhães possui 60% do capital da empresa Rio Verde.

Informações:

  • O saldo da conta valores a pagar da Cia Rio Verde correspondia a operações de repasses financeiros realizados com a controladora.
  • Em 31-12-XX a empresa Nova Lima tinha a receber $ 2.000 de sua controladora.

Em 31-12-XX, o grupo tinha a receber de terceiros:


$ 57.000


$ 34.000


$ 5.000


$ 64.000


$ 25.000

O balanço social é um demonstrativo de elaboração espontânea e voluntária, publicado anualmente pelas empresas, reunindo um conjunto de informações sobre os projetos, benefícios e ações sociais dirigidos aos empregados, aos investidores, aos analistas de mercado, aos acionistas e à comunidade. Não existe previsão legal para a elaboração e publicação do balanço social.

Contudo, a NBC T 15 do CFC estabelece procedimentos para evidenciação de informações de natureza social e ambiental, com o objetivo de demonstrar à sociedade a participação e a responsabilidade social da entidade.

Para essa norma, entende-se como informações de natureza social e ambiental, exceto:

I – a geração e a distribuição da riqueza

II – os recursos humanos

III – a interação da entidade com o ambiente externo

IV – a interação com o meio ambiente

V – o capital próprio da entidade

Assinale a alternativa correta:


I, II, III e V apenas


I, II e IV apenas


I, III e V apenas


II, III, IV e V apenas


I, II, III e IV apenas

Um derivativo é uma aplicação financeira sofisticada e ainda nova para a maioria dos investidores. A citação derivativos ocorreu a partir da Lei nº 11.638/2007, no art. 183 da Lei nº 6.404/76, transcrito a seguir:

“I — as aplicações em instrumentos financeiros, inclusive derivativos, e em direitos e títulos de créditos, classificados no ativo circulante ou no realizável a longo prazo (Redação dada pela Lei nº 11.638, de 2007)”.

Considere as afirmações sobre Derivativos:

I - Um derivativo é uma aplicação que depende (deriva) de outras variáveis ou grandezas mais básicas ou subjacentes ao derivativo ao qual se refere.

II - Em um derivativo, existe a figura de um investidor, que assume o compromisso de vender no futuro um Ativo por determinado valor, e a figura de outro investidor, que assume o compromisso de comprar este Ativo pelo valor pactuado no passado.

III – Uma das características do derivativo é que o seu valor é baseado em uma ou mais variáveis subjacentes mensuráveis no futuro.

IV – São exemplos de variáveis ou grandezas consideradas para os derivativos as cotações de títulos, preços de feijão, soja, petróleo, ouro ou qualquer outro valor que possua um índice aferível.

Apresentadas as afirmações é correto o que se afirma em:


I, II, III apenas.


I, III e IV apenas.


I, II, III e IV apenas.


II e III apenas.


II, III, IV apenas.

Na elaboração do balanço patrimonial com transações estrangeiras ou operações realizadas no exterior, deverão ser observados alguns critérios conforme apresentado:

I – os valores registrados de moeda estrangeira devem ser convertidos pela taxa de fechamento do ano-calendário.

II – os valores não monetários (ativos e bens) registrados nos seus valores pelo custo histórico adquiridos em uma moeda estrangeira devem ser convertidos usando-se a taxa cambial da data da transação.

III - os valores não monetários que são mensurados ao seu valor presente em uma moeda estrangeira devem ser convertidos usando-se as taxas cambiais da data em que o valor presente for determinado.

IV – os valores não monetários que são mensurados ao seu valor justo em uma moeda estrangeira devem ser convertidos usando-se as taxas cambiais da data em que o valor justo for determinado.

Dessa forma não está correto o que é apresentado na alternativa:


I e III.


Somente III.


II e IV.


Somente I.


Somente IV.

Fusão, Cisão e Incorporação são fenômenos societários que ocorrem nas empresas, e vale ressaltar que, o interesse do poder público sobre esses fenômenos é considerável, pois é vantagem que as empresas cresçam, se unam e formem grandes empresas. Tanto é verdade que existem incentivos por parte do fisco, o que estimula tais processos. 

Sobre isto, assinale a alternativa INCORRETA:


A fusão é a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades, para formar sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações.


A cisão é a operação pela qual a companhia transfere parcelas do seu patrimônio para uma ou mais sociedades, constituídas para esse fim ou já existentes, extinguindo-se a companhia cindida se houver versão de todo o seu patrimônio, ou, dividindo-se o seu capital, se houver versão parcial.


A incorporação é a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações.


Por meio desses processos, elas se tornam fortes e competitivas. Não lhe interessa um monte de pequenas empresas. Isto não significa dizer que deva ser adotada uma política contrária às pequenas empresas. Pelo contrário, a microempresa e empresa de pequeno porte também devem ser incentivadas e estimuladas.


A cisão é a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações.

Observe o diagrama:

Considerando a Unidade “Combinação de negócios”, pode-se observar que são formas que as empresas encontram, atendendo a legislação específica, para alcançar o propósito pretendido pela organização visando a demanda de mercado, inovação tecnológica, dentre outros aspectos.

Assim sendo, o diagrama apresentado refere-se a qual reorganização societária:


Transformação.


Cisão.


Extinção.


Fusão.


Incorporação.

O contrato de swap pode ser definido como um acordo, entre duas partes, onde é estabelecida uma troca de fluxo de caixa tendo como base a comparação de rentabilidade entre dois bens. Ainda, podemos definir que o mercado swap é a troca de rentabilidade entre dois bens. Sendo assim, analise as afirmações a seguir:

 

I - A opção de swap é semelhante às operações a termo, uma vez que sua liquidação ocorre totalmente no vencimento.

II - Os swaps são importantes ferramentas financeiras utilizadas para diminuir riscos, e são muito utilizados por empresas, bancos e instituições de investimento.

III - Os rendimentos auferidos em operações de swap não estão sujeitos à incidência do imposto sobre a renda na fonte.

IV - Quando a operação de swap tiver taxa baseada na remuneração dos depósitos de poupança, esta remuneração será adicionada à base de cálculo do imposto, ficando o valor dele limitado ao rendimento auferido na liquidação da operação de swap.

Está correto o que se afirma em:


I, II e IV, apenas.


I, III e IV, apenas.


II e III, apenas.


I, II e III, apenas.


III, apenas.

A Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) foi instituída no Brasil por meio da alteração do inciso IV do § 6º do art. 176 da Lei das S.A., pela Lei nº 11.638/07. Sua principal função é demonstrar as entradas e saídas de recursos financeiros de uma entidade em um determinado período.

Analise os itens a seguir sobre a DFC:

I - Passou a ser exigida a elaboração dessa demonstração pelas sociedades abertas com patrimônio líquido superior a R$ 2.000.000,00 e por todas as companhias fechadas.

II - Destina-se a prestar informações sobre os fluxos financeiros (entradas e saídas de dinheiro) no decorrer do exercício social e possibilita melhor avaliação da capacidade de geração de caixa da empresa e, também, das condições de liquidez e solvência.

III - Os fluxos de caixa decorrentes das atividades operacionais têm origem nas principais atividades geradoras de receitas da empresa, que resultam das transações e de outros eventos que são computados na apuração do lucro líquido ou prejuízo.

IV - Os itens referentes às transações de investimento e financiamento, que por não afetarem o uso de caixa ou equivalentes de caixa, não são objeto de inclusão na demonstração dos fluxos de caixa, devem ser ignorados pois não apresentam nenhuma importância.

Sobre a DFC é incorreto o que se afirma em:


II e III apenas.


II e IV apenas.


I e IV apenas.


I, III e IV apenas.


II, III e IV apenas.

Uma transação em moeda estrangeira surge e é liquidada em moeda estrangeira incluindo outras transações.

Analise as afirmativas sobre o Reconhecimento das transações:

I – Compra ou vende produtos ou serviços, cujo preço é estabelecido em uma moeda estrangeira.

II – Toma emprestado ou empresta fundos, quando os valores a pagar ou a receber são estabelecidos em uma moeda estrangeira.

III – De alguma outra forma adquire ou dispõe de ativos, ou incorre ou liquida passivos estabelecidos em uma moeda estrangeira.

IV - Compra ou vende produtos ou serviços, cujo preço é estabelecido em uma moeda nacional.

Dessa forma não está correto o que é apresentado na alternativa:


Somente I.


Somente III.


I e III.


Somente IV.


II e IV.

Páginas: 123456