A REINVENÇÃO DO BRASIL: DA REGÊNCIA À REPÚBLICA OLIGÁRQUICA


Recebendo o poder da Junta Governativa, na condição de chefe do Governo Provisório, Getúlio Vargas procurou atender às reivindicações das forças políticas que lhe deram sustentação.

Assim, podemos dizer que uma das primeiras medidas políticas do Governo Provisório foi: Assinale a alternativa correta.


substituir a Constituição de 1891, pelo Decreto no 19.398, que dissolveu o Legislativo nas instâncias federal, estadual e municipal.
Excluir os analfabetos do quadro de eleitores autorizados a participar do processos democrático.
Reativar a Guarda Nacional como força paralela ao exército e representante dos interesses urbano-industriais.
Antecipar a participação política de 18 para 16 anos, dando direitos plenos (o voto e o reconhecimento da candidatura).
Abolir os direitos trabalhistas e instituir a jornada de trabalho de 12 horas, além de extinguir todas as organizações sindicais.

Os movimentos sociais por conquistas trabalhistas abalaram a sociedade paulistana, sobretudo, em 1917. Sobre esse levante popular é possível afirmar que:


o liberalismo econômico e político norteou as ações dos sindicalistas.
uma legislação trabalhista regulamentou imediatamente as organizações sindicais.
as organizações de ideologia anarquistas foram francamente combatidas pelas agremiações sindicais.
o caráter pacífico e ordeiro do movimento operário é a razão das rápidas conquistas alcançadas.
o anarcosindicalismo de muitos imigrantes lhes custaram a liberdade e, inclusive, a permanência no Brasil

Considerando as estratégias de manipulação das forças institucionais e o monopólio da máquina estatal, torna-se possível referir-se à Política dos Governadores como uma delas. Mas, o que era, exatamente, a Política dos Governadores?


Manipulação do governo de modo a favorecer os movimentos populares e camponeses.
Movimento de governadores socialistas que pretendiam a emancipação política de seus estados.
Pleno poder dado aos governadores de estados periféricos.
Movimento insurrecional encabeçado pelos governadores de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. 
Permuta de favores entre o governo central e os governos estaduais visando a governabilidade do poder central.

Pelo valor de sua exportação e por toda a importação que custeia. Sendo produzido em unidades monocultoras, as fazendas de café são os principais núcleos de consumo das safras de alimentos. É também o café que move o sistema de transportes, que implanta as estradas, ferrovias e portos, essencialmente para servi-lo. É também com capitais oriundos do café que se fazem indústrias, que se urbanizam cidades e que se moderniza a vida social.

Assim, sobre a crise da economia agroexportadora cafeeira, pode-se afirmar que:


Afetou, apenas, os grande pecuaristas do Rio Grande do Sul.
Afetou do lavrador enxadeiro ao operário fabril, do empresário ao banqueiro.
Só afetou a classe industriária urbana do noroeste paulista.
Só afetou a classe operária e camponesa, saindo ilesa a elite cafeeira.
Parcialmente, afetou o funcionarismo público do Rio de Janeiro

O início dos anos 30 do século XX foi marcado por uma crise interna das oligarquias do poder que resultou no processo que se denominou como “Revolução de 30”.

A Revolução de 1930, em que assumiu a presidência da República o gaúcho Getúlio Dornelles Vargas (1883-1954), inaugurou um longo e turbulento período histórico de reformas, levantes, repressões, contrareformas e tentativas de superação da condição de país “atrasado”, “subdesenvolvido”, “periférico” e “dependente”, termos se tornaram correntes em momentos sucessivos. Carlos Guilherme Mota (MOTA, Carlos Guilherme. História do Brasil: uma interpretação. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2008., p.639)

O que pode ser dito sobre essa fase de nossa história política que se inicia com a Revolução de 30? Assinale a alternativa correta: 


Período se encerrou com o golpe de Estado de 1964, instalando um regime ditatorial que se prolongou pelos vinte anos seguintes.
Período se encerrou com a morte do presidente, eleito por voto indiretamente, Tancredo Neves.
Período se encerrou com a eleição direta do presidente Luís Inácio Lula da Silva no ano de 2002.
Período se encerrou com o processo de Impeachment que recaiu sobre o mandato do presidente Fernando Collor de Melo.
Período se encerrou com o afastamento político temporário da presidente Dilma Rousseff.

Leia com bastante atenção o trecho seguinte:

"Cabo de enxada engrossa as mãos - o laço de couro cru, machado e foice também. Caneta e lápis são ferramentas muito delicadas. A lida é outra: labuta pesada, de sol a sol, nos campos e nos currais (...) Ler o quê? Escrever o quê? Mas agora é preciso: a eleição vem aí e o alistamento rende a estima do patrão, a gente vira pessoa." (PALMÉRIO. Mário. Vila dos Confins. Ediouro: Rio de Janeiro. 1994.).

Sobre a República Oligárquica, e fundamentando-se no trecho anterior, é possível afirmar que:


as oligarquias tiveram que lutar muito para destituir o governo popular dos paulistas.
a tropa de operários de indústria era o principal apoio político do governo oligárquico.
as oligarquias rurais manipulavam o sistema eleitoral, usavam a força e compravam votos para prevalecer.
não se sabia das experiências políticas que se pautassem pelo uso da força e do constrangimento.
os camponeses sempre apoiaram integralmente o governo na luta contra a elite cafeeira.

No livro São Bernardo do escritor alagoano Graciliano Ramos, o personagem Paulo Honório consegue recurso para revitalizar a propriedade rural que havia adquirido. O leitor da obra percebe que as relações do fazendeiro com as autoridades estudais, sobretudo, o governador do estado, são usadas pelo proprietário na obtenção de favores econômicos. Essa troca de favores entre fazendeiros e autoridades e entre fazendeiros e o próprio eleitorado regional recebe na historiografia uma denominação específica. A que nos referimos? Assinale a alternativa correta:


Integralismo
Colonialismo
Liberalismo
Clientelismo
Fascismo

Leia o trecho do depoimento seguinte:

"Naquela época não tinha uma maquinária, meu pai trabalhava na enxada. Meu pai era de Módena, minha mãe era de Capri e ficaram muito tempo na roça. Depois a família veio morar nessa travessa da Avenida Paulista; agora está tudo mudado, já não entendo nada dessas ruas." (BOSI, Ecléia. Memória & sociedade: lembrança de velhos. São Paulo, SP. T.A., 1979.)

Dentre as afirmativas seguintes, quais expressam corretamente o sentido histórico desse depoimento?

I. fala da imigração italiana, caracterizada pela concentração de mão-de-obra estrangeira para a lavoura cafeeira, e do posterior processo de migração e de crescimento urbano de São Paulo.

II. do percurso migratório italiano promovido pelos governos italiano e paulista, que impediam a transferência de trabalhadores rurais para o setor manufatureiro nas cidades.

III. da crise na produção cafeeira da primeira década do século XIX, que forçou os fazendeiros paulistas a desempregar milhares de imigrantes italianos, acelerando o processo de industrialização.

Assinale o que for correto.


Todas as afirmações são verdadeiras.
Apenas a afirmação I é verdadeira.
Nenhuma afirmação é verdadeira.
Apenas a afirmação III é verdadeira.
Apenas a afirmação II é verdadeira.

Leia com atenção:

“...em 1887 havia nas fazendas de São Paulo, entre 60.000 e 70.000 imigrantes, número este que já excedia o dos escravos, estimado em 50.000, no mesmo período. O fato é que se começou a importar mão de obra livre em grande quantidade (a partir de 1888, com a abolição), não apenas para substituir a escrava, mas também como forma de barateá-la.” (OLIVEIRA, Antoniette Camargo de...[et al.]. O Brasil Monárquico. Uberaba: Universidade de Uberaba, 2011. p. 169)

Originalmente, essa mão de obra imigrante foi aproveitada em qual processo agro-exportador? Qual lavoura absorveu esse contingente? Assinale a alternativa correta:


A produção de soja
A produção de carnaúba
A produção de cacau
A produção de café
A produção de laranja

O período político posterior à abdicação de Pedro I, depois da abdicação (1831), foi marcado pela hegemonia política dos grupos ligados à elite fundiária do país. Considerando seus estudos sobre esse período, podemos afirmar que o mesmo foi apressado em virtude da necessidade de:


fortalecimento da figura do imperador e poder centralizado no Rio de Janeiro.
Atuação mais ostensiva dos liberais no governo provincial e poder descentralizado.
Participação efetiva dos liberais no governo do império e províncias autônomas.
províncias mais autônomas e centralização política em São Paulo.
fim da escravidão e fortalecimento político do imperador. 
Páginas: 12