SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA


É um método para detecção de faltas em subestações formado por uma base de dados, baseado no princípio de causa e efeito:



Detecção de faltas de alta impedância.


Redes neurais.


Sistemas Fuzzy.


Características estatísticas de correntes de falta.


Transformada de Fourier.

Em relação às faltas de alta impedância, podemos afirmar:



A corrente envolvida nesse tipo de falta é muito maior do que aquela necessária para a sensibilização dos equipamentos de proteção de corrente.


É uma anomalia que ocorre em um alimentador de distribuição secundário e que não pode ser facilmente detectada por dispositivos de proteção modernos.


Faltas de alta impedância passiva são as que geram arco elétrico.


As faltas de alta impedância passiva são falhas do sistema de transmissão mais fáceis de serem detectadas.


A falta de alta impedância ativa possui a presença de um arco elétrico no local onde a falta ocorreu.

Quanto à estabilidade de SEP, temos:

 

I - Estabilidade em SEP é a capacidade desse em manter sincronismo e nível de grandezas elétricas quando submetido a distúrbios.

II - Aumento continuado de carga num SEP pode levar a uma condição de instabilidade definida como colapso de tensão.

III - Grandes perturbações podem levar a instabilidade dada por instabilidade angular e de frequência.

IV - Desligamentos em cascata referem-se a atuações de proteção visando manter a estabilidade do sistema e procurando salvar o máximo possível do SEP em pleno funcionamento.

 

Assinale as afirmativas corretas:

 


II e III


Todas estão corretas.


II e IV


II, III, IV


I e II

Em relés de proteção digitais, temos:

 

 I - Apresentam apenas grandezas digitas processadas com lógica booleana.

II - Convivência entre sinais digitais e sinais analógicos.

III - Sinais analógicos proporcionais às grandezas elétricas são filtrados e processados.

IV - Entradas digitais informam estado atual do sistema, tais como estado de atuação de chaves, disjuntores etc.

V - Entradas digitais consideram grandezas elétricas que passaram por   transdutores a serem avaliados.

 

Marque a alternativa que contém os itens corretos.

 


II e III


II e IV


II e V


II, III e IV


Todas os itens estão corretos.

Assinale a opção que contém as afirmativas verdadeiras com relação à proteção em sistemas elétricos de potência:


I - Transformadores a seco, por não apresentarem ponto quente de óleo, não necessitam de avaliação de temperatura.

II - Transformadores a seco, por não apresentarem ponto quente de óleo, necessitam de avaliação de temperatura.

III - Relés de proteção térmica devem ser sempre implantados em proteção de transformadores a seco.



I e III


II e III


I, II e III


Somente II


Somente I

Em relação aos relés de proteção a distância, podemos afirmar:


I - Atuam sobre Linhas de Transmissão.

II - Levam esse nome porque utilizam um princípio que leva em consideração a distância entre o local de instalação do relé até o local de defeito na linha, sendo que a impedância (Z) é proporcional a essa distância.

III - Os relés de impedância (OHM), relés de reatância e relés de admitância (MHO) também se baseiam no mesmo princípio dos relés de proteção a distância.



Todas as afirmações estão corretas.


A afirmação I está correta.


A afirmação II está correta.


A afirmação III está correta.


As afirmações I e III estão corretas.

A avaliação da grandeza elétrica e da função de proteção a ser avaliada foi classificada em “funções de proteção” e atualmente apresenta uma classificação através da TABELA ANSI, na qual, para cada tipo de ação de equipamento ou de uma função, foi dado um número.

Qual a função que caracteriza equipamento do tipo disjuntor capaz de seccionar potência elétrica de curto circuito?

 


Função ANSI 52


Função ANSI 50


Função ANSI 49


Função ANSI 48


Função ANSI 51

Quanto ao funcionamento dos principais tipos de relés de proteção elétrica, pode-se afirmar que:



Um relé de proteção à sobrecorrente abre a grandeza de falta “corrente”, cabendo essa função para equipamento específico, normalmente disjuntores de baixa e média tensão.


Para o relé a sobrecorrente, a tensão de referência é o fator mais importante, pois é o que indica a circulação na bobina e que traz a corrente que circula no circuito de alimentação a ser protegido.


Apresentam nos dias de hoje uma unidade independente exclusiva para cada grandeza, como consequência da evolução eletrônica.


Estes dispositivos funcionam hoje exclusivamente como medidores de energia elétrica, que possuem um disco de indução rotativo, discos estes acionados por forças mecânicas provocadas por circuitos magnéticos com bobinas alimentadas por corrente de carga e por uma tensão de referência.


No caso de relé a sobrecorrente, não importa a tensão de referência, mas a corrente real que circula na bobina e que traz a corrente que circula no circuito de alimentação a ser protegido.

A avaliação da grandeza elétrica e da função de proteção a ser avaliada foi classificada em “funções de proteção” e atualmente apresenta uma classificação através da TABELA ANSI, na qual, para cada tipo de ação de equipamento ou de uma função, foi dado um número.

Qual a função que dá proteção por diferencial?

 


Função ANSI 21


Função ANSI 51


Função ANSI 50


Função ANSI 52


Função ANSI 87

A avaliação da grandeza elétrica e da função de proteção a ser avaliada foi classificada em “funções de proteção” e atualmente apresenta uma classificação através da TABELA ANSI, na qual, para cada tipo de ação de equipamento ou de uma função, foi dado um número.

Qual a função que dá direcionalidade de atuação?

 


Função ANSI 52


Função ANSI 67


Função ANSI 21


Função ANSI 51


Função ANSI 48

Páginas: 123