PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO


Nos estudos sobre a noção de equilibração, vimos que, o processo de desenvolvimento cognitivo e o funcionamento intelectual dependem dos fatores ligados à maturação, a experiência adquirida pelo indivíduo em contato com o meio e, sobretudo, pelo processo de auto regulação do organismo, ao qual ele denominou de equilibração. Segundo Fontana & Cruz (p. 48, 1997), em relação a equilibração podemos dizer que:


o desenvolvimento é, em sua essência, um processo de assimilação que nada ter a ver com as formas das ações humanas cada vez mais complexas e sofisticadas.
o desenvolvimento é, em sua essência, um processo de equilibrações sucessivas que regem as formas das ações e dos pensamentos cada vez mais complexas e sofisticadas.
o desenvolvimento é, em sua superficialidade, um processo de equilibrações que nada tem a ver com as formas das ações e dos pensamentos.
o desenvolvimento é, em sua superficialidade, um processo de equilibrações que regem as formas das ações e dos pensamentos cada vez mais simples e/ou sofisticadas.
o desenvolvimento é, em sua essência, um processo de acomodação que regem as formas das ações humanas cada vez menos complexas.

Nos estudos sobre influência da abordagem histórico-cultural na escola (FONTANA; CRUZ,1997), vimos que, o desenvolvimento, para Vygotsky, consiste no “[...] processo de internalização de modos culturais de pensar e agir ” (FONTANA; CRUZ, p. 61, 1997), dos homens. E, que as relações da criança com o conhecimento vivenciadas na escola têm natureza diferentes das relações de conhecimento cotidianos (família, igreja, entre outras). Assim, sobre o papel da escolarização na vida da criança, podemos afirmar que,

I - Segundo os estudos dessa concepção, a instituição escolar desempenha papel fundamental no processo de desenvolvimento. Visto que, é encarregada de possibilitar o contato sistemático e intencional do indivíduo com os conhecimentos científicos, com as diversas área do conhecimento.

II - Segundo os estudos dessa concepção, a instituição escolar desempenha papel secundário no processo de desenvolvimento. Visto que, ali as relações estabelecidas (entre o indivíduo e o conhecimento cientifico) não são planejadas e não são organizadas para a aprendizagem de um determinado tema.

III - Segundo os estudos dessa concepção, a instituição escolar desempenha papel fundamental no processo de desenvolvimento. Visto que, ali as relações estabelecidas (entre o indivíduo e o conhecimento cientifico) são planejadas e intencionalmente organizada para a aprendizagem de um determinado tema.

Estão CORRETAS as afirmativas contempladas em:


I, II e III.
II e III apenas
I e III apenas.
I e II apenas.
I apenas.

A aprendizagem e o desenvolvimento humano são dois processos que trazem contribuições basilares para pensarmos o fenômeno educativo. Cada um desses processos conta com inúmeras pesquisas e teorizações que lançam luz ao campo educacional. Os estudos da Psicologia da Educação acerca da aprendizagem e do desenvolvimento são fundamentais para a prática profissional do educador. Isso porque o professor precisa ter clareza a respeito de como o aluno aprende e de quais fatores estão relacionados ao processo de desenvolvimento humano, para orientar sua prática educativa. Acerca dos processos de aprendizagem e desenvolvimento, analise as assertivas a seguir e marque com V de verdadeiro e F de falso:

 

(   ) O processo de desenvolvimento pode ser definido apenas como crescimento físico e maturacional.

 

(   ) O processo de aprendizagem ocorre por meio da mediação.

 

(   ) As normas de conduta são conhecimentos culturais construídos historicamente que são aprendidos pela criança a partir da mediação social.

 

(   ) O processo de desenvolvimento se refere às alterações que ocorrem ao longo do ciclo vital.

 

(   ) Aprendizagem são processos não coincidentes e não relacionados.

 

A alternativa que melhor representa a sequência correta é:


F – V – V – F – F.
V – F – V – V – V.
V – F – V – F – V.
V – V – V – V – F.
F – V – V – V – F.

Nos estudos sobre o desenvolvimento, a aprendizagem e a educação, vimos que os comportamentalistas, consideram que o “desenvolvimento e aprendizagem são processos coincidentes. Aquilo que chamamos de desenvolvimento nada mais é do que o resultado das aprendizagens acumuladas no decorre da vida do indivíduo." (FONTANA & CRUZ, p. 31, 1997). Sobre as influências desses estudos na educação podemos afirmar que:

I - Segundo os estudos dessa concepção, o ensino consiste na organização e no planejamento das contingenciais ambientais, de maneira a tornar a aprendizagem dos conteúdos e das habilidades mais eficazes.

II - Segundo os estudos dessa concepção fazem parte de seus princípios a organização da aprendizagem infantil, passo a passo, em ordem crescente de dificuldade e a utilização, a cada resposta correta do menino, de reforços da aprendizagem

III - Segundo os estudos dessa concepção, o ensino consiste na organização de atividades que promovam o conhecimento das contingenciais biológicas que cercam a criança, de maneira a tornar seus relacionamentos e suas habilidades afetivas menos importantes.

IV- Segundo os estudos dessa concepção, para tornar o processo de ensino-aprendizagem mais eficaz, o ensino deve promover a progressão gradual da aprendizagem da criança, respeitando o seu ritmo.

 

Estão CORRETAS as afirmativas contempladas em:


II e IV apenas.
I,  III e IV apenas.
I e II apenas.
II e III apenas.
I, II e IV apenas.

Nos estudos sobre o desenvolvimento da linguagem (CARMO, 2012), vimos que, por meio de estudos longitudinais, pesquisadores acompanharam o processo de apropriação da linguagem pela criança. J. S. Carmo, a partir desses estudos, destaca que durante o processo de aquisição da linguagem “frequentemente, a ordem das palavras não segue o padrão gramatical adotado pelos adultos [...]” (CARMO, p. 164, 2012)- sujeito, predicado, complemento verbal – ; só, aos poucos, com o passar do tempo, que a criança vai estruturado suas frases de acordo com o padrão utilizado pelos adultos. A partir da leitura cuidadosa do trecho acima, podemos afirmar que:


a autonomia da criança, em relação a produção da linguagem, amplia-se de acordo com as mudanças quantitativas do seu modo de ser e agir.
a autonomia da criança, em relação a produção da linguagem, amplia-se de acordo com a suas características psicológicas. 
a autonomia da criança, em relação a produção da linguagem, amplia-se de acordo com a suas características físicas.
a autonomia da criança, em relação a produção da linguagem, amplia-se de acordo com a faixa etária e com as mudanças qualitativas na elaboração do pensamento.
a autonomia da criança, em relação a produção da linguagem, amplia-se de acordo com suas características hereditárias.
Nos estudos sobre a abordagem comportamentalista (FONTANA & CRUZ, 1997), vimos que o tema central dessa abordagem é a aprendizagem.  “Ao enfatizar a importância dos fatores externos e ambientais, essa concepção teórica afirma que o mais importante na determinação do comportamento do indivíduo são as suas experiências, aquilo que ele aprende durante a vida. (FONTANA & CRUZ, p. 26, 1997).  Nesta direção, analise os termos relacionados na primeira coluna e enumere a 2ª coluna de acordo com a 1ª. 1.  John B. Watson. 2. Burrhus F. Skinner.   (  ) segundo FONTANA & CRUZ (1997),  este autor,  distingue dois tipos  de aprendizagem, uma por condicionamento clássico e a outra por condicionamento operante (   )  segundo FONTANA & CRUZ (1997),  este autor, interessou-se por estudos de como as crianças aprendiam por comportamentos operante (  )   segundo FONTANA & CRUZ (1997),  este autor, interessou-se por estudos de como as crianças aprendiam os comportamentos emocionais (  ) segundo FONTANA & CRUZ (1997),  para este autor, a birra de uma criança é um comportamento aprendido, por condicionamento operante.             Assinale a alternativa correta:

2, 1, 2, 2.
2, 1, 1, 2.
2, 2, 1, 2.
2, 1, 1, 1.
1, 1, 2, 2.
Nos estudos sobre os períodos de desenvolvimento socialmente determinados (CARMO, 2012), vimos que, quanto ao desenvolvimento físico, temos um corpo de dados estável, gerado pelo consenso razoável dos pesquisadores. Assim, Carmo (2012) apresenta uma descrição do desenvolvimento do período pré-natal e pós-natal, fundamentado nos estudos de Bee (1997), Olds e Feldman, Papalia (2006). Nesta direção, analise os termos relacionados na primeira coluna e enumere a 2ª coluna de acordo com a 1ª. 1. Desenvolvimento pré-natal 2 .  Desenvolvimento pós-natal   (  ) durante esse desenvolvimento,  após a fecundação, o embrião passa por três fases, são elas: germinativa, embrionária, e a fetal. (   )  durante esse desenvolvimento, os bebes apresentam capacidades reflexas, como: a rotação, a sucção, a deglutição, entre outras (  ) durante esse desenvolvimento, os bebes apresentam uma sequência ordenada e estável das atividades motoras. ( ) durante esse desenvolvimento, após o caminhar,  os bebes apresentam,  mudanças acentuadas no desenvolvimento ósseo, muscular, dentre outros.             Assinale a alternativa correta:

1, 1, 2, 2.
1, 2, 2, 2.
2, 1, 1, 2.
2, 1, 2, 2.
2, 1, 1, 1.
Analise as proposições (assertivas) a seguir, quanto à veracidade do que é afirmado (verdadeira ou falsa) e, em seguida, assinale a alternativa correta. Segundo Carmo (2012), devemos “salientar o papel da imitação e da aprendizagem de discriminação/preconceito no desenvolvimento das interações sociais. Imitar modelos significativos faz parte de nosso aprendizado social. Os modelos oferecidos pela família são determinantes nos primeiros anos de vida [...] Professores e outros agentes educacionais oferecem modelos significativos aos alunos, Mas é na mídia que encontramos as maiores fontes de influência e determinação dos comportamentos sociais.” (CARMO, p. 184, 2012).   PORQUE Segundo o autor (p. 184, 2012), existem, em nosso meio social, três padrões sociais que recebem tratamento especial na mídia: a agressividade, o preconceito e a discriminação Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.

As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
Tanto a primeira quanto a segunda asserções são proposições falsas.
A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
Nos estudos sobre influência da abordagem histórico-cultural na escola (FONTANA & CRUZ,1997), vimos que, para Vygotsky, a aprendizagem e o desenvolvimento são processos diferentes. No entanto, ele afirma “que esses dois processos caminham juntos deste o primeiro dia da vida da criança e que o primeiro- o aprendizado- suscita e impulsiona o segundo – o desenvolvimento. Ou seja, tudo aquilo que a criança aprende com o adulto ou com outra criança mais velha vai sendo elaborado por ela, vai se incorporando a ela, transformando seu modo de agir e pensar. ” (FONTANA; CRUZ, p. 63, 1997). A partir da leitura cuidadosa da citação acima, podemos afirmar que: Nos estudos sobre influência da abordagem histórico-cultural na escola (FONTANA & CRUZ,1997), vimos que, para Vygotsky, a aprendizagem e o desenvolvimento são processos diferentes. No entanto, ele afirma “que esses dois processos caminham juntos deste o primeiro dia da vida da criança e que o primeiro- o aprendizado- suscita e impulsiona o segundo – o desenvolvimento. Ou seja, tudo aquilo que a criança aprende com o adulto ou com outra criança mais velha vai sendo elaborado por ela, vai se incorporando a ela, transformando seu modo de agir e pensar. ” (FONTANA; CRUZ, p. 63, 1997). A partir da leitura cuidadosa da citação acima, podemos afirmar que:

para Vygotsky, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos idênticos e independentes.  Visto que, a aprendizagem gera e impulsiona o desenvolvimento. 
para Vygotsky, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos diferentes, mas interdependentes.  Visto que, a aprendizagem gera e impulsiona o desenvolvimento.
para Vygotsky, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos distintos e independentes.  Visto que, o desenvolvimento gera e impulsiona a aprendizagem. 
para Vygotsky, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos idênticos, mas interdependentes.  Visto que, o desenvolvimento gera e impulsiona a aprendizagem. 
para Vygotsky, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos iguais. Visto que, a aprendizagem gera e impulsiona o desenvolvimento. 
Nos estudos sobre a abordagem inatista-maturacionista (FONTANA & CRUZ, 1997), vimos que, quanto aos aspectos psicológicos, essa concepção, supõe que, do mesmo modo que as características físicas (cor do cabelo, cor da pele, por exemplo), “as aptidões individuais e intelectuais são características herdadas pelos pais, e, portanto, já estão determinadas biologicamente quando a criança nasce. ”(FONTANA & CRUZ, p. 12, 1997).Assim, as autoras acrescentam que:

Essa concepção supõe que assim como o crescimento físico, o desenvolvimento das formas como a criança se comunica, as habilidades que ela desenvolve são desencadeadas por uma maturação moral, de forma independente das suas experiências e da sua aprendizagem.
Essa concepção supõe que, assim como o crescimento moral, o desenvolvimento das formas como a criança se alimenta, as habilidades que ela desenvolve são desencadeadas por uma maturação física, de forma dependente das suas experiências e da sua aprendizagem.
Essa concepção supõe que, assim como o crescimento físico, o desenvolvimento das formas de como a criança se comporta, as habilidades que ela desenvolve são desencadeadas por uma maturação biológica, de forma independente das suas experiências e da sua aprendizagem.
Essa concepção supõe que, assim como o crescimento, o desenvolvimento das formas de como a criança se sente, as habilidades ou dificuldades que ela desenvolve são desencadeadas por uma maturação psicológica, de forma dependente de suas experiências e de sua aprendizagem.
Essa concepção supõe que, assim como o crescimento, o desenvolvimento das formas de como a criança interage, as dificuldades que ela desenvolve são desencadeadas por uma maturação biológica, de forma dependente das suas experiências e da sua aprendizagem.  
Páginas: 12345678910
11