O PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO NAS AMÉRICAS


O fim da guerra civil nos Estados Unidos marcou o período de "reconstrução" do país. A vitória do "modelo do Norte" influenciou a industrialização nos EUA e sua consolidação como potência capitalista em fins do século XIX. Com base nas leituras realizadas sobre esse contexto, analise as afirmativas a seguir:

 

I - Depois da Guerra de Secessão, com a vitória do modelo do Norte, os EUA conheceram um período de crescente desenvolvimento econômico, sobretudo nas indústrias. 

II - Apesar da crescente industrialização, a ocupação do Oeste - inclusive com a conquista de terras indígenas -, a construção de ferrovias, a mecanização da lavoura e o cultivo racional facilitaram a grande expansão da agricultura. 

III - O progresso econômico, aliado ao aperfeiçoamento técnico dos transportes e das comunicações, além de outros fatores, havia favorecido a industrialização e a concentração de empresas em trustes e cartéis, que passaram a caracterizar a economia norte-americana.

 

É correto o que se afirma em:

 


I, apenas.
I e II, apenas.
I, II e III.
I e III, apenas.
III, apenas.

Leia com atenção a declaração do presidente norte-americano Abraham Lincoln, em 1858:

 

“Uma casa dividida contra si mesma não subsistirá. Acredito que esse governo, meio escravista e meio livre, não poderá durar para sempre. Não espero que a União se dissolva; não espero que a casa caia. Mas espero que deixe de ser dividida. Ela se transformará só numa coisa ou só na outra.”

 

A partir da citação e considerando o contexto político dos EUA no século XIX, podemos afirmar que Lincoln expressa:


uma proposta para abolir a escravidão.
a declaração nortista para o fim da guerra civil.
uma posição política autoritária do presidente Lincoln.
sua preocupação com uma possível guerra civil.
a perspectiva dos representantes do sul dos EUA.

A independência das 13 colônias se tornou um exemplo para as demais colônias ibéricas buscarem sua liberdade. Mas internamente, os primeiros anos pós-independência significaram um desafio para os Estados Unidos buscarem sua organização política. Sobre este período, analise as afirmativas a seguir:

 

I – Houve uma preocupação em criar símbolos que representassem a nova pátria – como a bandeira e a águia – e reforçassem a construção de uma identidade nacional.

II – A primeira preocupação foi unificar as 13 colônias num estado monárquico, fortalecendo o poder do governo central.

III – A nova Constituição norte-americana propunha a autonomia para os Estados, a divisão de poderes e maior representatividade popular.

IV – Apesar das liberdades conquistadas, a independência foi negativa para os índios, pois significou a tomada de seus territórios. Para os negros, a independência em nada mudou sua condição de escravidão.

 

É correto apenas o que se afirma em:


II e IV
I e II
I e III
I, II e III
I, III e IV

No século XVIII, a Coroa Inglesa impôs às Treze Colônias novas leis de caráter coercitivo, gerando grande revolta e insatisfação entre os colonos norte-americanos e provocando o desejo de lutar pela independência. Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que indica corretamente os principais objetivos dessas leis:


Pagar indenizações à França, devido à derrota inglesa na Guerra dos Sete Anos; revogar os Atos Townshend e favorecer os produtores locais de açúcar.
Abolir a escravidão nas colônias; separar juridicamente as treze Colônias e ajudar a Pensilvânia a anexar terras no Oeste.
Aumentar o consumo de chá e açúcar nas colônias; obrigar ao uso de selos na correspondência intercolonial e aumentar as exportações das colônias.
Recuperar a Companhia das Índias Ocidentais; abrir o porto de Boston às nações amigas e aumentar as importações das colônias.
Aumentar a receita real; impedir o contrabando e o comércio intercolonial e promover a recuperação econômica da Companhia das Índias Orientais.

No século XIX os países da América Latina passaram por um longo período de transformações a partir das independências. Após a década de 1850 essas mudanças se intensificaram com a afirmação do liberalismo como ideal político. A partir das leituras realizadas, analise as afirmativas abaixo sobre as continuidades e rupturas nos planos político, econômico e social, que os novos anos liberais promoveram na América Latina:

 

I - Em contraste com a instabilidade política dos primeiros anos, após 1850 o que se viu foi uma busca de ordem política, com governos marcados pela secularização e modernização, embora ainda predominasse uma tendência autoritária e antidemocrática.

II - Apesar da economia agrícola ainda permanecer, a segunda Revolução Industrial na Inglaterra, após 1850, trouxe o progresso das máquinas para a América Latina, que se tornaram um grande mercado consumidor dos produtos industrializados. 

III - No plano social, o progresso urbano com a melhoria dos transportes e dos serviços públicos, trouxe consigo o crescimento populacional com a intensificação da imigração para atender a demanda de mão-de-obra nas indústrias nascentes.


É correto o que se afirma em: 


I e II, apenas.
I e III, apenas.
II, apenas.
II e III, apenas.
I, II e III

Sobre a história dos Estados Unidos da América, ao longo do século XIX, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas:

(    ) Em 1823, foi divulgada a Doutrina Monroe, que estabelecia o direito dos Estados Unidos de intervirem nos assuntos internos dos outros países. A sedimentação dessa forma de pensamento deu o substrato ideológico que legitimou a invasão norte-americana ao Iraque.

(    ) A partir do início do século XIX, os Estados Unidos iniciaram a Marcha para o Oeste, comprando ou anexando territórios e ampliando sua extensão geográfica. A partir da costa do Atlântico, a expansão territorial atingiu a costa do Pacífico, dando dimensões continentais ao novo país.

(    ) A expansão territorial norte-americana levou a um enfrentamento com as tribos indígenas, que resultou na derrota das populações nativas e na ocupação das terras indígenas pelos colonos.

(    ) A Guerra de Secessão, conhecida como a Guerra Civil norte-americana, foi motivada exclusivamente pela questão da liberdade dos escravos. Enquanto o Norte, agrícola, era favorável ao fim da escravidão, o Sul, mais industrializado, lutava pela manutenção dessa relação de trabalho.

(    ) Uma significativa parte do atual território dos EUA foi conquistada como decorrência da Guerra contra o México. Pelo tratado firmado em 1848, foram anexados aos EUA Texas, Califórnia, Novo México, Utah, Nevada e Arizona.

 

A sequência correta está contida em:


F-V-V-V-F
F-F-F-V-V
F-V-V-F-V 
V-V-V-F-F
V-F-V-F-V

Simon Bolívar, um dos principais líderes da independência na América Latina, defendia a integração dos países como forma de consolidar as independências políticas e evitar a dependência econômica em relação aos Estados Unidos e à Inglaterra.

Sobre o ideal pan-americanista bolivariano, assinale a alternativa correta:

 


Buscava o apoio da Espanha para a organização política dos novos estados na luta contra o caudilhismo.
Constituído por 12 países da América Latina, tinha como objetivo reforçar os laços entre as nações e integrá-las num bloco homogêneo, visando a coordenação política, econômica e social da região.
Fortalecia um ideal de Pan-Americanismo fundado no predomínio da América Latina sobre os Estados Unidos.
Foi criado com o objetivo de defender a industrialização da América Latina por meio da importação de produtos europeus e norte-americanos.
Defendeu a necessidade de uma confederação dos países recém instalados no continente, buscando seu inter-relacionamento, numa proposta que contrabalançava o peso dos Estados Unidos e seu expansionismo.

No século XIX, após a emancipação da América Espanhola, surgiram diferentes manifestações de ideais pan-americanos, que se evidenciaram a partir de projetos formulados por representantes das elites sociais. Pode-se afirmar que o surgimento de um ideal pan-americano na América, nesse contexto, estava ligado à/ao:


Necessidade de defesa contra a ameaça representada pelas potências europeias, visando preservar a independência e estimular o inter-relacionamento entre os países.
Organização das lutas pela independência após retomada do trono espanhol por Fernando VII.
Apoio da Inglaterra para a formação de um Tratado de União das Américas contra a reconquista espanhola.
Expansão do ideário liberal, monopólio comercial e integração dos países caudilhistas em uma só nação.
Estabelecimento de uma política mercantilista, tendo em vista as realidades distintas dos países independentes.

Em fins do século XIX, uma nova teoria política influenciou a prática dos governos liberais na América Latina, propondo uma série de reformas em diversos setores da sociedade. Assinale a alternativa que identifica corretamente essa teoria e sua principal característica:


Absolutismo, com a centralização do poder.
Socialismo, com a socialização dos bens.
Positivismo, com o ideal de ordem e progresso.
Caudilhismo, com o autoritarismo político.
Totalitarismo, com a forte intervenção do Estado na economia.

Os anos de 1850 a 1875 representaram uma mudança política em toda a América Latina. A consolidação do liberalismo foi responsável pelas transformações sociais e econômicas tão sonhadas desde a década de 1820. Dentre as características desse período podemos considerar:

 

I – Adoção do individualismo e do ideal de igualdade perante a lei.

II – Busca de ordem política e crescimento econômico.

III – Implantação do projeto socialista, intensificação das relações comerciais e sociais de produção.

IV – Modernização das cidades, dos transportes e das telecomunicações.

V – Intensificação da imigração em virtude do decrescimento das populações locais.

 

É correto apenas o que se afirma em:


I, III, e V 
I, II e V 
III, IV e V 
I, II e IV 
II, III e V 
Páginas: 12