JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS


Alguns pontos são norteadores do trabalho do professor, como por exemplo a hierarquia dos conteúdos.

Portanto,

I - Ao utilizar o brinquedo, brincadeira ou jogo como conteúdo ou estratégia de ensino, o professor deve ter atenção na construção de seu planejamento de suas atividades, porém nem sempre é necessário provocar uma significativa aprendizagem. 

II- O professor, ao utilizar o brinquedo, brincadeira ou jogo como conteúdo ou estratégia de ensino, deve ter rigor na seleção e no planejamento das atividades, visando provocar aprendizagem significativa e despertar o desenvolvimento de uma habilidade operatória por meio da estimulação da construção de novos conhecimentos.

 

Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.

 


As duas asserções são proposições verdadeiras.


A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa.


A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira.


As duas asserções são proposições falsas.


As duas asserções são proposições verdadeiras, a primeira não é uma justificativa da segunda.

Brougère (1998), defende a ideia de que não existe uma única categoria de jogo e sim famílias de jogos. Quantos significados diferentes do termo de jogo são descritos pelo autor?

 

Assinale a alternativa correta.

 


4


2


6


3


5

Takata apud Reilly (1974), considerando o desenvolvimento da criança, descreveu a taxonomia do brincar em cinco etapas lúdicas, identifique abaixo algumas delas:

 

I. Sensório motora: brincar centrado em si mesmo (0 a 2 anos);

II. Simbólica e construtiva simples: começo do faz de conta (2 a 4 anos);

III. Dramática, construtiva complexa e pré-jogo: mudando do brincar paralelo para o associativo (4 a 7 anos);

IV. Brincadeira: fascinação pelas regras, domínio de regras estabelecidas e invenção de novas regras (7 a 12 anos);

V. Recreativa: trabalho individual e de cooperação, respeito às regras, esportes competitivos (12 a 16 anos).

 

Assinale a alternativa correta:

 


II- III e V, apenas.


I- II e III, apenas.


III- IV e V, apenas.


I- IV e V, apenas.


I- II e IV, apenas.

Ao analisarmos a balança elaborada por Bundy e nos depararmos com a seta apontada para baixo e a balança pendida para a direita. Qual interpretação que esta ação representa.

 


Ação da criança é extremamente controlada, intrinsecamente motivada e livre da realidade (não brincar).


Ação da criança é orientada por outro e motivada pelo outro (Brincar).


Ação da criança é internamente controlada, extrinsecamente motivada e orientada pelo outro (brincar).


Ação da criança é externamente controlada, extrinsecamente motivada e orientada pelo outro (não brincar).


Ação da criança é internamente controlada, intrinsecamente motivada e livre da realidade (brincar).

O filósofo Huizinga (1991) apud Monteiro (2014), fala do brincar como sendo a ação pela qual a civilização surgiu e se desenvolveu. Desta forma o autor afirma que este:

 

I. constitui uma autêntica escola de disciplina, que expõe e organiza emoções e afetos.

II. constitui um espaço de liberdade que a criança livremente aceita e exercita, pondo à prova as qualidades daquele que brinca, que deve sempre obedecer às regras do jogo.

III. brincar tem a ver com superar frustrações: a criança aprende a perder ainda que queira muito ganhar.

IV. as brincadeiras parecem funcionar como metáforas para as questões da vida, em que nem sempre se pode vencer.

 

Analise as assertivas acima e assinale a alternativa correta.

 


I, II e IV, apenas


I, II, III e IV.


III e IV, apenas


I, II e III, apenas


I e II, apenas

Nas sociedades europeias, a partir do século XV, percebe-se que as relações sociais eram estabelecidas em nível de trocas afetivas e comunicações, que ocorriam fora da família. Neste contexto o jogo...

Analise as assertivas abaixo:

 

  1. Facilitador das relações
  2. Era praticado com naturalidade em toda sociedade europeia
  3. Era praticado independente de classe social ou faixa etária
  4. Constitui-se como parte do impulso humano.

 

Assinale a alternativa correta


1- 2- 3 e 4.


1 e 3, apenas


2 e 4, apenas


2- 3 e 4, apenas


1- 2 e 3, apenas

Analise as assertivas abaixo identificando-as como verdadeiras (V) ou falsas (F) a cerca dos elementos que conectam a grande família do jogo

(  ) liberdade de ação do jogador ou o caráter voluntário, de motivação interna e episódica da ação lúdica.

(  ) prazer ou desprazer, futilidade, o “não-sério” ou efeito positivo.

(  ) não-literalidade, reflexão de segundo grau, representação da realidade, imaginação.

(  ) contextualização no tempo e no espaço.

(  ) regras implícita ou explicitas.

(  ) relevância do processo de brincar, caráter improdutivo, incerteza de resultados.

 

Assinale a sequencia correta

 


V- F- V- F- V- F


F- F- V- F- F- F 


F- V- V- F- V- V 


F- F- F- F- V -F


V- V- V- V- V- V

Tendo em vista o resgate popular por meio dos jogos, o que é correto afirmar acerca do desenvolvimento de habilidades e/ou competências?

 


Os jogos potencializam a divisão social, devido à sociedade capitalista.
Os jogos intensificam a heterogeneidade regional.
Os jogos preservam a cultura e associam novos conceitos.
Os jogos desagregam tradições e culturas.
Os jogos promovem ações dissociadas e atitudes rebeldes.

Os jogos populares são manifestações espontâneas e transmitidas de geração a geração, atuando também como apoio para atividades educacionais. Entre esses jogos, está à queimada, amplamente praticada nas escolas durante as aulas de educação física. Esse jogo tem como característica o desenvolvimento, principalmente, das seguintes capacidades sócio-organizacionais:

 


Marcação e oposição; cooperação entre os indivíduos do círculo; aglutinação em volta do companheiro de ataque.
Adaptação a novas situações; marcação e desmarcação dos adversários; estratégias de ataque em grupo.
Ritmo; equilíbrio e percepção tátil; sistema de defesa individual e coletiva.
Percepção óculo-pedal; aglutinação em volta da bola; estratégias de ataque e recuperação.
Cooperação entre os indivíduos da mesma equipe; estratégias de recuperação da bola e de ataque ao alvo escolhido; organização da ação individual para o resultado coletivo.

No brincar, as crianças vão também se constituindo como agentes de sua experiência social, organizando com autonomia suas ações e interações, elaborando planos e formas de ações conjuntas, criando regras de convivência social e de participação nas brincadeiras. Contudo podemos afirmar que:

 


Nesse processo, instituem individualmente uma ordem social que rege as relações entre pares e se afirmam como autoras de suas práticas sociais e culturais.
Nesse processo, instituem coletivamente uma ordem social que rege as relações entre pares e não se afirmam como autoras de suas práticas sociais e culturais.
Nesse processo, instituem coletivamente uma ordem social que rege as relações entre pares e se afirmam como autoras de suas práticas sociais e culturais.
Nesse processo, instituem individualmente uma ordem social que não rege as relações entre pares e se afirmam como autoras de suas práticas sociais e culturais.
Nesse processo, instituem individualmente uma ordem cultural que rege as relações entre pares e não se afirmam como autoras de suas práticas sociais e culturais.
Páginas: 123456