COMPLEXOS AGROINDUSTRIAIS II


Considere as afirmativas sobre a soja brasileira e julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente:   (   )  Com o total da produção quase atingindo 250 milhões de toneladas por ano, essa cultura vem ganhando grande importância no cenário mundial num momento em que o mercado mundial de alimentos tem ocupado o centro das atenções das discussões atuais, principalmente no que diz respeito aos riscos de uma crise de abastecimento global. (   )  A soja se configura hoje como uma das mais importantes commodities para a economia mundial, essa importância está ligada a produção de óleo e de farelo que são os principais subprodutos do processo de moagem do grão. (   )  O óleo, com participação de 30% da demanda mundial por soja e direcionado ao consumo humano enquanto o farelo que representa 69% dessa demanda e utilizado como um componente proteico em formulações de rações, sendo destinado ao consumo animal. Dentro desse contexto, a soja aparece com uma tendência de alta de produção nos países em desenvolvimento, no qual soma-se a isso as boas condições de demanda e preço do produto nos mercados internacionais. (   )  A partir dos anos 40 a soja adquiriu importância econômica e mereceu o primeiro registro estatístico nacional em 1941, com área cultivada de 640 ha, produção de 450t e rendimento de 700 kg/ha. Nesse mesmo ano instalou-se a primeira indústria processadora de soja do país (Santa Rosa, RS) e, em 1949, com produção de 25.000t, o Brasil figurou pela primeira vez como produtor de soja nas estatísticas internacionais. (   )  Foi a partir da década de 60 que a soja se estabeleceu como cultura economicamente importante para o Brasil. Nessa década, a sua produção multiplicou-se por cinco e 98% desse volume era produzido nos três estados da Região Sul e na década seguinte se consolidou como a principal cultura do agronegócio brasileiro.  

V, V, V, F, F.
V, V, F, F, V.
V, V, V, F, V.
V, V, V, V, V.
V, F, V, V, V.
Considere as afirmativas sobre a cultura do café e julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente:   (   )  O café é uma das principais commodities alimentícias de importância para a economia mundial e a bebida mais consumida depois do chá, sendo cultivado em mais de 80 países. Além disso, o café representa uma das cinco commodities mais exportadas pelos países em desenvolvimento. (   )  Somente a quantidade medida em índices de produtividade não é mais suficiente, pois o mercado de café tem cada vez mais demandado um aumento na qualidade da bebida. Devido à diversidade de regiões ocupadas pela cultura do café, o país produz tipos variados do produto, fato que possibilita atender às diferentes demandas mundiais, referentes ao paladar e até aos preços. (   )  Essa diversidade também permite o desenvolvimento dos mais variados blends, tendo como base o café de terreiro ou natural, o despolpado, o descascado, o de bebida suave, os ácidos, os encorpados, além de cafés aromáticos, especiais e de outras características (   )  O café é sinônimo de progresso e ocupa uma parte muito importante na história do Brasil e foi no século XVIII (1727) que entrou no país, pelo Pará, e adaptou-se facilmente ao clima brasileiro e instalou o seu reinado. Em 1830, o café já era o principal produto brasileiro de exportação. (   )  O Brasil, maior produtor e exportador mundial de café, e segundo maior consumidor do produto, apresenta, atualmente, um parque cafeeiro estimado em 2,25 milhões de hectares. São cerca de 287 mil produtores, predominando mini e pequenos, em aproximadamente 1.900 municípios, que, fazendo parte de associações e cooperativas, distribuem-se em 15 Estados: Acre, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia e São Paulo.  

V, V, V, F, F.
V, V, V, F, V.
V, V, V, V, V.
V, F, V, V, V.
V, V, F, F, V.
Considere as afirmativas sobre oferta, julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente: (   )  Oferta é a quantidade de bens ou serviços que se produz e se oferece no mercado, por determinado preço e em determinado período de tempo. (   )  A oferta do mercado é considerada o somatório das ofertas individuais das firmas. (   )  A principal variável é o preço do bem ou serviço. O modelo da oferta prevê que, quando o preço de um bem se eleva e todas as demais variáveis se mantêm inalteradas, a quantidade ofertada desse bem aumenta. Isso ocorre porque o maior preço aumenta a lucratividade, fazendo com que as firmas tenham interesse em aumentar sua oferta. (   )  Quando o preço de um bem se reduz e todas as demais variáveis se mantêm inalteradas, a quantidade ofertada desse bem se reduz. Isso ocorre porque um preço menor reduz a lucratividade, fazendo com que as firmas tenham interesse em reduzir sua oferta. (   )  Além do preço, também são determinantes da oferta: preços dos insumos e fatores de produção (mão de obra, matérias-primas, terra, etc.) e lucratividade dos bens e serviços alternativos (que podem ser produzidos com tecnologia e insumos semelhantes, ou seja, que utilizam a mesma base tecnológica, carecendo apenas de pequenas adaptações); entre outros.  

V, V, V, F, V.
V, V, V, F, F.
V, V, V, V, V.
V, V, F, V, F.
V, V, F, F, V.
Baseando-se na Figura 2 abaixo, que retrata o deslocamento da curva de demanda que aumentam a quantidade demandada, escolha alternativa  correta.

  O deslocamento da curva de demanda (D2) ilustrada pela Figura 2 pode acontecer em função do aumento da renda da população.    
Todas as afirmativas estão corretas.
Na Figura 2, mesmo que o preço não se tenha alterado (p1 = p2), há um aumento da quantidade consumida (de q1 para q2), porque a curva de demanda se deslocou como um todo para a direita (de D1 para D2).  
    O deslocamento da curva de quantidade de q1 para q2 pode expressar o aumento na riqueza populacional e o interesse pela aquisição do produto.    
  O deslocamento da curva de quantidade de q1 para q2 pode expressar o aumento do interesse pelo produto.    
Considere os itens abaixo sobre Boas Práticas Agropecuárias, julgue-os em verdadeiros ou falsos e escolha a alternativa correspondente:   Os consumidores estão cada vez mais exigentes em relação à qualidade dos alimentos, a forma como foram obtidos e a conservação ambiental.   Em resposta a essa demanda, as Boas Práticas Agropecuárias tornaram-se uma ferramenta essencial para o agricultor do século XXI, que quer manter sua competitividade no mercado brasileiro, ao seguirem as exigências da natureza e do consumidor.   As indústrias alimentícias podem encontrar dificuldades e mesmo impossibilidades para garantirem a segurança do alimento final, sempre e quando a produção primária não for conduzida cumprindo as Boas Práticas Agropecuárias (BPA).   Alguns dos contaminantes que afetam a saúde do consumidor têm origem na produção agrícola e não podem ser eliminados nos demais elos da cadeia produtiva, como agrotóxicos e micotoxinas.   A qualidade de vida está diretamente relacionada com alimento seguro, pois este último que é fator determinante para a saúde pública e o controle das doenças humanas.

V, V, V, F, F.
V, F, V, V, V.
V, V, F, F, V.
V, V, V, F, V.
V, V, V, V, V.
Considere as afirmativas sobre os custos da logística do agronegócio, baseando-se nos conhecimentos adquiridos e na Figura 1 abaixo, julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente:   (   )  Aumentar a margem de rentabilidade da empresa requer um gerenciamento eficiente dos custos. (   )  A Associação Europeia de Logística levantou que 10,1% do preço final de um produto resulta do custo de logística. (   )  Os custos logísticos são formados por diversos componentes, cada qual com seu impacto no que se convencionou denominar de Custo Logístico Total. Esses componentes são demonstrados na Figura 1: transporte, estoques, armazenagem e administrativo. (   )  O grande desafio para o Brasil é adequar a sua logística, ou seja, a redução de custos. (   )  Sabe-se que no Brasil os componentes que compõem a logística do agronegócio, conforme demonstrados na Figura 1 que são: transporte, estoques, armazenagem e administrativo, atendem satisfatoriamente a demanda nacional.  

V, V, V, F, V.
V, V, V, F, F.
V, F, V, V, V.
V, V, V, V, F.
V, V, F, F, V.
Considere as afirmativas sobre os modais da logística do agronegócio, em especifico sobre o modal rodoviário, julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente: (   )  Os dados revelam que a transporte rodoviário é economicamente indicado para distâncias até 500 km em relação ao ferroviário, e até 1.000 km em relação ao de cabotagem. Estes valores, evidentemente, variam de acordo com a classe de produtos e com os custos dos fatores necessários aos transportes, bastando citar a influência causada por alterações nos preços dos combustíveis. (   )  Apesar da distância econômica universal do transporte rodoviário ser de aproximadamente 500 quilômetros, muitos produtos agrícolas percorrem distâncias bastante superiores a esta como é o caso do farelo de soja (555,0 km), da soja em grão (756,0 km), do trigo (851,0 km), do milho (1.603,0 km) e do arroz (1.653,0 km), gerando a chamada perda de competitividade e agravamento do Custo Brasil. (   )  Além deste grande “passeio” que os produtos agrícolas sofrem, deve-se lembrar do impacto que o custo do transporte acaba gerando no valor do produto. Para o milho, cerca de 22% do preço reflete o valor do frete, enquanto que para a soja este valor é de 16%, para o trigo 15% e para o café apenas 2% em média. (   )  Mesmo que haja uma ampliação substancial dos transportes ferroviário e hidroviário, a participação percentual do transporte rodoviário no transporte total poderá cair somente até certo ponto. Além disso, como a maior parte dos transportes ferroviário e hidroviário se constitui basicamente de minérios, cimentos, produtos siderúrgicos, cargas pesadas e determinados grãos e cereais, tudo indica que a maior parte da produção agrícola continuará sendo transportada por rodovias. (   )  Segundo o Boletim Estatístico de 2014, o modal rodoviário é responsável por 61,1% da matriz de transportes de cargas e a maior concentração da malha viária asfaltadas encontra-se no sudeste.  

V, V, V, F, F.
V, F, V, V, V.
V, V, V, V, V.
V, V, V, F, V.
V, V, V, V, F.

Considere as afirmativas sobre a situação brasileira das Commodities e a formação de preços e julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente:

 

(   )  O Brasil vem firmando sua posição entre os maiores produtores e exportadores das principais commodities agrícolas. Face à crescente importância que esses produtos vêm assumindo na pauta de exportações brasileiras, torna-se cada vez mais necessário uma maior compreensão do mercado internacional destes produtos agropecuários.

(   )  Como os preços no Brasil seguem as cotações internacionais, toda vez que esses preços sofrem oscilações bruscas, a renda dos agricultores brasileiros é afetada positiva ou negativamente.

(   )  Os preços se formam em bolsas de mercadorias, em geral localizadas em países desenvolvidos, que apresentam dinâmicas isentas da interferência individual de produtores e consumidores.

(   )  Atualmente há diversos fatores pressionando os preços das commodities.

(   )  O recente dinamismo de países emergentes (China, Índia, etc.) levou a uma significativa ampliação da renda per capita e a uma crescente demanda por consumo de produtos agrícolas, agravada pelos baixos níveis de estoques internacionais.

 


V, V, V, V, V.


V, F, V, V, V.


V, V, V, F, F.


V, V, V, F, V.


V, V, F, F, V.

Considere as afirmativas sobre as influências de fatores inerentes aos produtos e a produção dos alimentos que a comercialização sofre e, julgue-as em verdadeiras ou falsas e escolha a alternativa correspondente:

 

(   )  Praticamente, três características determinam as diferenças entre o produto agrícola e o industrializado, ou sejam: perecibilidade; variabilidade na qualidade; baixa relação valor/volume/peso.

(   )  Essas características constituem, na maior parte das vezes, facilidades à administração da comercialização no agronegócio, levando muitos empresários à falência ou a grandes dificuldades financeiras.

(   )  Uma compreensão clara da natureza do produto agrícola irá certamente facilitar todas as decisões referentes a sua comercialização de modo a atender mais satisfatoriamente as necessidades dos consumidores através dos tributos neles contidos.

(   )  A perecibilidade é a incapacidade de se manter a qualidade inicial do produto agrícola, logo após sua colheita, por períodos mais ou menos longos.

(   )  Essa particularidade, que inclui os produtos agrícolas na categoria de bens não duráveis, deriva do grau de umidade, ou teor de água o que afeta, substancialmente a comercialização, exigindo atividades bastante específicas, diferentes das usualmente feitas para produtos não perecíveis ou duráveis.

 


V, V, V, F, F.


V, V, F, F, V.


V, V, V, F, V.


V, F, V, V, V.


V, V, V, V, V.

Baseando-se na Figura 1 abaixo, que retrata a curva de demanda e mudança na quantidade demandada, escolha alternativa correta.


Demanda (ou procura) é a “quantidade de um bem ou serviço que um consumidor deseja e está disposto a adquirir por determinado preço e em determinado momento”. A demanda do mercado é considerada o somatório das demandas individuais. A medida que o preço de um produto diminui a demanda aumenta.


O modelo da demanda prevê que, quando o preço de um bem diminui e todas as demais variáveis se mantêm inalteradas, a quantidade demandada desse bem diminui.


Quando o preço de um bem se reduz e todas as demais variáveis se mantêm inalteradas, a quantidade demandada desse bem diminui.


A principal variável é a oferta do bem ou serviço.


O consumidor visa a satisfazer da melhor maneira possível suas necessidades e desejos, porém não leva em consideração seus gostos e preferências.

Páginas: 1234