OBRAS DE TERRA


Um dos critérios fundamentais envolvidos no projeto de barragens refere-se à determinação adequada da inclinação dos taludes. Na ausência de estudos específicos, pode-se adotar os seguintes valores recomendados para a inclinação de taludes (vertical : horizontal), conforme o tipo de barragem:

  - Barragens de terra: 1:2 e 1:3.
  - Barragens de enrocamento com núcleo de terra: 1:1,15 a 1:2,0.
  - Barragens de enrocamento com face de concreto: 1:1,13 a 1:1,15.

Barragem4

Com base nessas informações, analise as seguintes afirmativas:

I. Nas barragens de terra, os taludes possuem mais inclinação que nas demais, em geral.

II. É possível que a inclinação dos taludes em barragens de terra e de enrocamento com face de concreto sejam iguais.

III. Nesses casos, a menor inclinação recomendada é 1:1,13, enquanto a maior é 1:3.

IV. Os taludes, nas barragens de enrocamento com face de concreto, geralmente são menos inclinados que nas demais.

Em seguida, selecione a opção que contém as afirmativas corretas.


I, III e IV.
II e III.
I e II.
II e IV.
II, III e IV.

Uma solução plausível para drenar pequenas bacias, devido às chuvas de grande intensidade, é o uso de barragens. A altura da crista da barragem é igual à soma da altura da lâmina de água normal (Hn) com a altura da lâmina de água do ladrão (H1), acrescida da folga (F), como ilustrado na figura a seguir. O valor de H1 pode ser assumido igual a 1,0 m e recomenda-se que F corresponda a 1,5 m nesse caso.

O gráfico abaixo apresenta o volume acumulado para as cotas da bacia em m³ (x106).

Qual o valor da cota da barragem (H = Hn + H1 + f), aproximadamente, para um volume máximo de cheia de 50 x 106 m³?


9,5 m
8,5 m
9,0 m
10,5 m
10,0 m

Efetue o dimensionamento das larguras de base do muro de arrimo com seção trapezoidal apresentado na figura a seguir, em centímetros. A altura total do muro (h) será de 2 metros. Considerar os valores mínimos recomendados para as dimensões em relação à altura h.


b = 95 cm; b0 = 28 cm.
b = 142 cm; b0 = 42 cm.
b = 154 cm; b0 = 46 cm.
b = 135 cm; b0 = 40 cm.
b = 125 cm; b0 = 37 cm.

O método construtivo do solo grampeado é muito apropriado para aplicação em taludes instáveis de origem natural. Com base nos conhecimentos adquiridos sobre solo grampeado, assinale com (V) para as afirmativas verdadeiras e com (F) para as afirmativas falsas:

(  ) O processo de grampeamento do solo se dá pela perfuração para posterior inserção de uma barra de aço, que ao final do processo, é injetado nata de cimento sob pressão.

(  ) A perfuração, durante o processo de grampeamento do solo, deve ser realizada de tal maneira que a cavidade perfurada permaneça estável até que a injeção de nata de cimento seja concluída.

(  ) Quanto à estabilização de taludes e escavações, a técnica de solo grampeado é considerada exclusivamente como uma solução permanente, não podendo ser empregada temporariamente.

(  ) No processo de grampeamento do solo as barras de aço não podem ser revestidas com pintura anticorrosiva.

A alternativa que melhor representa a sequência correta é:


V, V, V, F.
V, F, V, F.
V, V, F, F.
F, F, V, V.
F, V, F, V.

Sobre aterros leves, é incorreto afirmar que:


Como material comum nesse processo, tem-se o EPS (poliestireno expandido).
Os blocos são instalados e nenhum tipo de cobertura se faz necessário realizar sobre o aterro.
A utilização de aterros leves reduz a magnitude de recalques.
O uso de aterros de materiais de construção leves deverá ser considerado uma alternativa viável em aterros de classe I.
Essa solução é tecnicamente viável, se o aterro for alto e próximo a uma região produtora de material leve.

 Nas análises pelo Método de Culmann, os taludes são considerados como finitos, sendo a altura crítica associada ao plano crítico do talude. O plano crítico de um talude possui a menor relação entre a tensão média de cisalhamento, que tende a provocar a ruptura, e a resistência ao cisalhamento do solo. Com base nessas informações, calcule a altura crítica para o talude indicado de acordo com o Método de Culmann, em metros.

O talude possui as seguintes propriedades: φ = 15°; β = 33°; γ = 1,5 tf/m³; c' = 1 tf/m².

Em caso de resposta decimal, considerar uma casa após a virgula.


26,6 m
24,5 m
19,4 m
22,8 m
28,7 m

 Os taludes são chamados de infinitos quando a relação entre suas grandezas geométricas, extensão e espessura, é muito grande. Assim, considere que um maciço com talude infinito constituído por solo silto-arenoso possui as seguintes propriedades:  H = 3,5 m; ; γ = 1,4 tf/m³;  c’ = 2,1 tf/m²; β = 32°; ϕ = 25°.

Com base nessas informações, determine o fator de segurança associado ao talude, segundo o método do talude infinito. Em caso de resposta decimal, adotar uma casa após a vírgula.


 FS = 1,7
 FS = 1,4
 FS = 2,
 FS = 2,6
 FS = 1,1

Considerando os efeitos da sobrecarga, calcule a altura equivalente de uma camada de solo, em metros. O peso específico do solo é de 1,6 t/m³, e a pressão aplicada é de 3,2 t/m². Sabe-se que q = (γ.h).


1 m
2 m
0,5 m
5,1 m
1,5 m

Na análise e projeto de obras de contenção, arrimo ou reforço de solos, o cálculo dos empuxos de terra é de fundamental importância. Dessa maneira, calcule os valores dos empuxos, ativo e passivo, provocados no muro de arrimo indicado na figura abaixo, a partir da teoria de Rankine. Em caso de resposta decimal, considere uma casa após a vírgula.

 

Muro1


EA = 11,3 tf/m; EP = 32,5 tf/m.
EA = 3,6 tf/m; EP = 20,5 tf/m.
EA = 6,2 tf/m; EP = 18,7 tf/m.
EA = 9,4 tf/m; EP = 28,1 tf/m.
EA = 6,9 tf/m; EP = 24,9 tf/m.

O ensaio de palheta é também conhecido como “vane test”, em que é possível obter a resistência não drenada da argila (Su), e é obtido admitindo-se que a ruptura se dá na superfície do cilindro, onde o torque necessário para causar a ruptura é medido. Realizado esse ensaio em um solo onde foram obtidas as informações apresentadas a seguir, determine a coesão do material (Su), em kg/cm². Dados: D = 6,2 cm; H = 10 cm; M = 635 kg.cm. Em caso de resposta decimal, considere duas casas após a vírgula. 

Considere a fórmula indicada a seguir:

Su


0,71 kg/cm²
0,87 kg/cm²
1,17 kg/cm²
0,37 kg/cm²
0,95 kg/cm²
Páginas: 12