A ERA DAS REVOLUÇÕES E A CONSOLIDAÇÃO DA ORDEM BURGUESA


As origens da Revolução Industrial inglesa relacionam-se com a política de cercamento dos campos, ocorrida no século XVI. Isso porque:

I- Expandiu a produção da lã.

II- Possibilitou a ocorrência da revolução agrícola.

III- Pressionou o deslocamento da população carente do campo para as cidades.

IV- Fixou o pequeno proprietário livre à terra.

V- Impediu a fuga dos servos da gleba para as áreas urbanas.

A respeito da relação entre cercamentos e Revolução Industrial, estão corretas as afirmações:


I, II e III.


III, IV e V.


II e IV.


I, II, III, IV e V.


I, III e V.

No livro Revoluções, ideias, homens e máquinas pode-se ler o seguinte:

“Podemos considerar o Iluminismo, como a destilação teórica da corrente de ideias que floresceu no século XVIII, com o objetivo de conduzir o homem em direção ao progresso.”

São princípios fundamentais do liberalismo econômico no século XVIII:

I) combate ao mercantilismo.

II) defesa da propriedade coletiva.

III) liberdade de contrato.

IV) livre concorrência e livre cambismo.

V) divisão internacional do trabalho.

Estão corretas as alternativas contidas em:


II e IV.


I, III, IV e V.


III, IV e V.


I, II e III.


I, III e V.

O ciclo das revoluções europeias de 1848 deu origem a vários acontecimentos.

Analise as afirmações abaixo:

I. Provocou o fim do reinado de Luís Felipe na França e início da II República.

II. Destruiu o sistema conservador da restauração imposto pelo Congresso de Viena.

III. Caracterizou-se por revoltas consecutivas em vários países da Europa.

Estão corretas as afirmações contidas em:


I, II e III.


Apenas I e II.


Apenas III. 


Apenas II e III.


Apenas I e III.

Durante o século XVII, a Inglaterra foi convulsionada por um movimento político-social conhecido como Revolução Inglesa. São acontecimentos relacionados a esse processo revolucionário:

I) a ascensão e consolidação do poder dos Niveladores, grupo político que propunha reformas democráticas para o país.

II) a condenação e posterior execução do rei Carlos I, estabelecendo-se, para o país, o regime republicano.

III) as limitações impostas ao absolutismo pela ação do Parlamento.

IV) os confrontos entre os partidários da Coroa e o Novo Exército Modelo, durante a Guerra Civil.

Estão corretas as afirmações contidas em:


I, II, III e IV.


I e III.


II e IV.


II, III e IV.


I e IV.

A Renascença ou Renascimento foi um movimento artístico e científico ocorrido na Europa entre os séculos XV e XVI.

I - O movimento renascentista foi um movimento de valorização do mundo urbano e comercial em que se desenvolvia a burguesia.

II – Em relação a cultura medieval, o Renascimento representou uma continuidade com aquela visão de mundo, pautada na religiosidade e no misticismo.

III – Dentre os mais conhecidos renascentistas podemos destacar: Maquiavel, Shakespeare, Camões, Da Vinci e Michelangelo

Estão corretas as seguintes afirmações:


I e II.


II e III.


I, II e III.


I e III.


I.

Considere as afirmações abaixo.

I. O renascimento comercial reativou o intercâmbio cultural entre o Ocidente e Oriente.

II. A ascensão social e econômica da burguesia propiciava apoio e financiamento ao desenvolvimento da nova cultura.

III. O aperfeiçoamento da imprensa teve importância no século XVI.

Essas afirmações referem-se:


Aos resultados das ideias Iluministas.


As causas que deram origem à Reforma.


As consequências do Despotismo Esclarecido.


Aos fatores que geraram o Renascimento.


Aos fatores que implementaram o Absolutismo.

Tendo em vista o pensamento iluminista nos séculos XVII e XVIII, associe os pensadores a suas ideias.

 

1) Adam Smith

2) Barão de Montesquieu

3) John Locke

4) Jean-Jacques Rousseau

 

A) Criticava a burguesia e a propriedade privada. Defendia a tese de que todo o poder emana do povo (da vontade geral) e é em nome do povo que ele é exercido.

B) Condenava o mercantilismo, por considerá-lo um entrave lesivo a toda ordem econômica. Defendia que, com a concorrência, a divisão do trabalho e o livre comércio se alcançaria a harmonia e a justiça social.

C) Combatia o despotismo. Defendia a tese de que a autoridade do governo deve ser desmembrada em três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário.

D) Combatia o absolutismo. Defendia a idéia segundo a qual a vida, a liberdade e a propriedade são direitos naturais. Os governos, para o filósofo, teriam a finalidade de respeitar e assegurar os direitos naturais dos cidadãos.

A associação correta entre as colunas está contida em:


1-D, 2-B, 3-A, 4-C.


1-D, 2-C, 3-B, 4-A.


1-B, 2-C, 3-D, 4-A


1-A, 2-B, 3-C, 4-D.


1-A, 2-C, 3-D, 4-B.

Os proletários nada têm a perder com ela [a revolução], a não ser as próprias cadeias. E têm um mundo a ganhar. Proletários de todo os países, uni-vos.” (Karl Marx e Friedrich Engels)

Neste trecho do Manifesto Comunista escrito há 150 anos, estão expressos alguns dos fundamentos do socialismo, cujos princípios são:

I - Internacionalismo.

II - Luta de classes.

III- Colaboração com a burguesia.

Estão corretas as afirmações contidas em:


I, II e III.


I e III.


II.


I e II.


II e III.

O processo de industrialização, inaugurado na Inglaterra por volta de meados do século XVIII, por onde ele se espalhou provocou várias transformações sociais, tais como:


intensificação da intervenção estatal na economia — surgimento do operariado — fortalecimento do controle político das metrópoles sobre suas colônias.


transferência do centro econômico das áreas rurais para as urbanas —afirmação do poder econômico da burguesia — consolidação do capitalismo como sistema dominante.


difusão dos princípios revolucionários liberais — produção em grande escala direcionada para o mercado internacional — melhoria das condições de vida e trabalho no meio urbano.


crise do antigo regime monárquico e absolutista — consolidação da propriedade privada dos meios de produção — redução dos conflitos armados entre as nações europeias.


ascensão da democracia como regime político – concentração da riqueza nas mãos da burguesia – fortalecimento do artesanato e da manufatura.

A Revolução Inglesa do século XVII transformou a estrutura política, social e econômica daquele país. Em termos políticos, essa Revolução significou:


a predominância da forma católica do Anglicanismo.


o predomínio da burguesia aliada aos camponeses.


a instituição de uma monarquia constitucionalista.


a adoção de uma política externa conciliadora em relação aos espanhóis.


A ascensão das ideias socialistas no contexto europeu.

Páginas: 12345