SAÚDE PÚBLICA E EPIDEMIOLOGIA


A teoria de Malthus foi atualizada, dando origem a teoria Neomalthusiana. 

Assinale a afirmativa verdadeira sobre essa nova teoria:


Segundo a teoria Neomalthusiana, o ritmo de crescimento da população tende a diminuir naturalmente, devido à escassez de recursos naturais.


A teoria Neomalthusiana, contradiz a teoria Malthusiana, ao apresentar que não são necessárias medidas de controle de natalidade, bastando investir na manutenção dos recursos naturais.


A teoria Neomalthusiana apresenta a baixa taxa de mortalidade como o principal gerador da crise mundial de abastecimento alimentar, pois é impossível um controle de natalidade eficiente.


A teoria Neomalthusiana apresenta a falta de recursos para a manutenção da qualidade de vida como uma das causas da superpopulação, pois mais filhos significa mais mão de obra para gerar recursos financeiros para as famílias.


A teoria Neomalthusiana aponta a superpopulação dos países como a causa da pobreza, uma vez que quanto maior a população, maiores são os gastos com saúde e educação.

A transição demográfica é um processo inevitável. Porém, a forma que cada país lida com esse processo condiciona impactos positivos ou negativos sobre a sustentabilidade e portanto, sobre a qualidade de vida e a saúde dos cidadãos.

 

Assinale a alternativa correta sobre esse tema:


Na fase pós-industrial da transição demográfica, na qual se encontram a Inglaterra, a Alemanha e os Estados Unidos da América, as taxas de natalidade são baixas, contrastando com as altas taxas de mortalidade, as quais são reflexo da preocupação tardia com a sustentabilidade.


O Brasil está no ciclo final da fase industrial madura da transição demográfica, porém a sustentabilidade ainda não está, de fato, incorporada à cultura política e nem ao quotidiano dos brasileiros.


Durante a transição demográfica, a base da pirâmide vai se tornando mais estreita e o topo tende a se ficar mais alargado, demonstrando o envelhecimento da população, como resultado da maior preocupação com a sustentabilidade.


O Brasil está na fase pós-industrial da transição demográfica, com envelhecimento da população e a necessidade de mão de obra de imigrantes para realizar trabalhos com remuneração baixa, como aconteceu recentemente com a chegada de jovens angolanos ao país. 


No Brasil, a queda da taxa de mortalidade teve início bem antes a queda da taxa de natalidade, devido à melhoria nas condições de vida dos brasileiros, decorrente da preocupação com a sustentabilidade.

Atualmente, o sistema de saúde pública no Brasil é o Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Analise as afirmativas abaixo sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

 

I-            O marco para criação do SUS foi a 8ª Conferência Nacional de Saúde na qual, pela primeira vez, representantes dos usuários dos serviços de saúde participaram com direito a apresentar propostas e votar para as escolher.

 

II-          Os princípios que norteiam o SUS podem ser doutrinários (ou ideológicos) e organizacionais.  Entre os princípios organizacionais do SUS está o da equidade, que garante que todos os usuários tenham igual acesso aos serviços de saúde.

 

III-        As bases históricas da criação do SUS encontram-se no movimento pela Reforma Sanitária iniciado na década de 1970.

 

IV-         A iniciativa privada não participa do SUS devido ao caráter público desse sistema de saúde.

 

São verdadeiras as afirmativas contidas em:


II e III apenas


I, II, III e IV


I e III apenas


I, II e III apenas


II, III e IV apenas

A Saúde Coletiva sempre foi e ainda é influenciada pelo cenário político e econômico. Então, para compreender a organização dos serviços de saúde na atualidade, é preciso conhecer como evoluiu a Saúde Coletiva no Brasil.

 

Analise as afirmativas abaixo sobre a evolução da Saúde Coletiva no Brasil:

 

I-            Durante a primeira república, existiu o Departamento Nacional de Saúde que estava vinculado ao Ministério da Justiça.

II-          No início do século XX, os moradores da cidade do Rio de Janeiro eram acometidos de diversas doenças graves como varíola, febre amarela e malária.

III-        A Lei Eloy Chaves deu início à previdência social no Brasil ao criar os Institutos de Aposentadorias e Pensões.

IV-         A partir da homologação da Consolidação das Leis Trabalhistas, todo trabalhador, urbano ou rural e independente de contribuição financeira para o sistema, passou a ser atendido pelo sistema público de saúde.

 

São corretas as afirmativas contidas em:


I, II, III e IV


I e IV apenas


I, II e III apenas


I e III apenas


I e II apenas

Na evolução da previdência social no Brasil, foram criadas diferentes organizações. Primeiramente criaram-se as Caixa de Aposentadoria e Pensão - CAPs, em seguida os Institutos de Aposentadorias e Pensões – IAPs e posteriormente o Instituto Nacional de Previdência Social – INPS.

 

Assinale a alternativa que apresenta corretamente o público atendido pelos IAPs:


Cada IAP atendia um pequeno grupo de categorias profissionais, através da contribuição direta ao governo federal.


Cada IAP atendia aos trabalhadores de uma determinada categoria profissional, a qual era vinculada.


Os IAPs atendiam apenas os trabalhadores da indústria, com contrato de trabalho legalmente reconhecido.


Os IAPs atendiam os trabalhadores ferroviários e os funcionários públicos que contribuíssem financeiramente através do seu respectivo sindicato.


Cada IAP atendia trabalhadores de diferentes categorias profissionais desde que residissem na mesma unidade da federação.

Atualmente encontram-se dois modelos de atenção a saúde, vigentes no Brasil- Modelo Médico-assistencial Privatista e o Modelo Assistencial Sanitarista.

Assinale a afirmativa correta sobre o Modelo Assistencial Sanitarista:


Utiliza como meios de trabalho os conhecimentos e tecnologias que permitem o diagnóstico e o tratamento de diversas patologias.


Promove a oferta da assistência a saúde partindo da demanda espontânea dos usuários dos serviços.


Organiza de forma reversa a oferta das ações e serviços de saúde, transferindo ao usuário a determinação da rotina dos serviços.


Tem como principal cenário o hospital, onde equipes médicas e de enfermagem realizam procedimentos de alta complexidade com nível técnico de excelência.


Tem como principal objetivo enfrentar os problemas de saúde através de campanhas, como as de vacinação e programas especiais, como o de saúde da mulher.

O Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) foi um órgão público federal brasileiro, criado em 1966 e representava a previdência social em nosso país durante sua existência.

 

Assinale a alternativa correta sobre os INPS:


O INPS nasceu da fusão de diferentes CAPS e por isso atendia a todos os trabalhadores, independente do sindicato ao qual estavam vinculados.


O INPS foi criado para atender aos trabalhadores do setor urbano e apenas dez anos depois de sua criação, estendeu o atendimento aos trabalhadores rurais.


O INPS atendia a todos os trabalhadores que contribuíam financeiramente para a sua manutenção, independente da empresa na qual trabalhava ou a qual categoria profissional pertencia.


O INPS foi criado para atender a todos trabalhador de atividade urbana ou rural, inclusive aqueles que não contribuíssem para a manutenção do instituto.


O INPS atendia a todos os trabalhadores brasileiros independente da relação contratual de trabalho ou da categoria profissional a qual pertenciam.

O crescimento vegetativo é uma medida do crescimento populacional, seja de um país ou mundial. Seu valor é calculado subtraindo-se a taxa de mortalidade, da taxa de natalidade. Portanto, o crescimento vegetativo pode assumir valores positivos ou negativos ou mesmo ser nulo.

 

Sobre o crescimento vegetativo, é correto afirmar que:


Valores negativos indicam que a população está aumentando.


Sofre influência do desenvolvimento social e humano.


Em situações de guerra assume valores positivos altos.


Crescimento nulo indica que a taxa de mortalidade superou a de natalidade.


Valores positivos indicam que a população está reduzindo.

O estudo da expansão urbana aborda como as cidades surgiram e o modo como se desenvolveram e ainda se desenvolvem, bem como as modificações impostas ao ambiente natural nesse processo.

Sobre as cidades é correto afirmar que:


O aumento do crescimento vegetativo, no final da antiguidade, desorganizou as cidades, colocando em risco seu desenvolvimento.


O marco histórico para o desenvolvimento extraordinário das cidades foi a Revolução industrial.


A urbanização brasileira, diferente do que ocorreu na maioria dos países, caracterizou-se pela ocupação inicial das planícies litorâneas.


As primeiras cidades surgiram na Idade Média, configurando-se como burgos que cresciam ao redor do castelo do senhor feudal.


O êxodo da população rural para as cidades, provocou o aumento da taxa da fecundidade, levando Malthus a alertar sobre a importância do controle de natalidade.

A Lei Eloy Chaves, de 1923, é considerada o marco da previdência social no Brasil, ao criar as Caixas de Aposentadorias e Pensões - CAPs.

 

Assinale a alternativa que apresenta corretamente as fontes de receita para as CAPs:


Contribuíam para as CAPs: apenas os empregados da empresa.


Contribuíam para s CAPs apenas os empregados e os consumidores dos serviços prestados pela empresa.


Contribuíam para as CAPs: os empregados e o poder público.


Contribuíam para as CAPs: os empregados, a empresa e o poder público.


Contribuíam para a receita das CAPs: a empresa, seus empregados e os consumidores dos serviços da empresa.

Páginas: 12345