SAÚDE PÚBLICA E EPIDEMIOLOGIA


Um dos campos de estudo da Saúde Coletiva é a evolução histórica dos serviços de saúde.

Assinale a alternativa que apresenta uma afirmativa correta sobre a história da Saúde Coletiva no Brasil:


Em 1986, teve início o Movimento da Reforma Sanitária, que culminou com a criação do Sistema Único de Saúde na Constituição Federal de 1988.


Na primeira república, havia o Departamento Nacional de Saúde que estava ligado ao Ministério da Educação.


No governo de Getúlio Vargas as Caixas de Aposentadoria e Pensão- que eram vinculadas às empresas, foram substituídas pelos Institutos de Aposentadorias e Pensões- que foram vinculados à categoria profissional.


Na década de 1920, Carlos Chagas criou o Departamento Nacional de Endemias Rurais para proporcionar atendimento a saúde dos trabalhadores rurais.


Em 1978 foi criado o Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social, que impedia a participação do setor privado na atenção a saúde dos trabalhadores que contribuíam para manutenção dos serviços públicos de saúde.

O Sistema Único de Saúde- SUS- criado na década de oitenta, tem suas raízes no Movimento da Reforma Sanitária, também chamado Movimento Sanitarista.

 

Analise as assertivas que seguem sobre o Movimento da Reforma Sanitária:

 

I. Surgiu no ambiente acadêmico no início da década de 70, como forma de oposição ao regime militar.

II. Nasceu no setor de saúde, mas por ser um movimento de oposição ao regime militar, foi acolhido apenas no meio acadêmico.

III. Surgiu como resposta às decisões tomadas na VIII Conferência Nacional de Saúde.

IV. Foi um movimento popular, liderado pelos partidos políticos que estavam na clandestinidade durante o governo de Getúlio Vargas.

V. As propostas da Reforma Sanitária resultaram, finalmente, na universalidade do direito à saúde, oficializado com a Constituição Federal de 1988 e a criação do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Assinale a alternativa que apresenta apenas as assertivas corretas:


II, III e IV.


I, II, III e V.


II, IV e V.


I, II e III.


I e V.

A transição demográfica tem relação direta com o desenvolvimento tecnológico, a industrialização e também ao acesso a tecnologia de saúde. Esta última favorece a redução das taxas de mortalidade.

 

 

Sobre esse tema, assinale a alternativa correta:


Na fase pré-moderna da transição demográfica, as sociedades são rurais, dependem da exploração dos recursos naturais, ficam a mercê da variabilidade climática e possuem pouca tecnologia de acesso a saúde, favorecendo alta taxas de mortalidade.


Na fase moderna da transição demográfica as sociedades têm economia industrial e já se estabeleceram baixas taxas de natalidade e também de mortalidade, devido ao acesso a tecnologia de saúde.


Na fase moderna, na qual se encontram vários países do continente Africano, a agricultura ainda é a base da economia, com grande dependência da agricultura de subsistência, sem comprometimento da sustentabilidade.


Na fase pós- industrial, na qual se encontra o Brasil, a economia é essencialmente industrial, porém com grande preocupação com a sustentabilidade, favorecendo a expansão adequada das cidades.


Na fase industrial madura, a alta concentração de renda dificulta o acesso a tecnologia de saúde, favorecendo altas taxas de natalidade e levando ao crescimento acelerado da população, promovendo o crescimento desordenado das cidades.

As bases da epidemiologia remontam ao século XVI. Desde então, a epidemiologia evoluiu aumentando em complexidade e ampliando suas aplicações a ponto de assumir o status de disciplina no século XX.

 

Assinale a afirmativa correta sobre a epidemiologia:


A análise crítica de trabalhos científicos está fora das aplicações da epidemiologia.


A epidemiologia estuda a distribuição espaço-temporal de um evento.


A epidemiologia aplica a mesma abordagem de estudo às doenças infecciosas e às doenças crônico-degenerativas.


As doenças crônico-degenerativas foram o primeiro objeto de estudo da epidemiologia.


As aplicações da epidemiologia reduzem-se à área de saúde.

Ao longo da evolução das teorias sobre a saúde, a Sociologia desenvolveu um olhar próprio sobre o tema, colaborando para a compreensão do processo de adoecimento e para o desenvolvimento de estratégias para a manutenção da saúde. Leia as afirmativas abaixo e assinale aquela que corresponde a abordagem segundo o olhar social.


Soma o corpo social ao corpo biológico e ao ambiente material para compor o cenário em que as doenças ocorrem e se desenvolvem.


Nega a existência do corpo mágico e elege o corpo biológico como único cenário em que as doenças ocorrem e se desenvolvem.


Soma o corpo biológico ao corpo mágico para compor o cenário em que as doenças ocorrem e se desenvolvem.


Elege o corpo social e o corpo biológico como cenários em que as doenças ocorrem e se desenvolvem.


Nega a existência do corpo mágico e soma o corpo biológico e o ambiente material para compor o cenário em que as doenças ocorrem e se desenvolvem.

As estratégias de sobrevivência desenvolvidas pelo homem em cada fase de sua história refletem em como vivemos e na maneira que ocupamos o espaço natural na atualidade.

Considerando essas influências, é correto afirmar que:


O desenvolvimento da escrita no período paleolítico permitiu armazenar e transmitir informações às gerações seguintes influenciando a organização social futura.


O desenvolvimento da escrita e das técnicas de fundição permitiram ao homem da Pré-história organizar as primeiras cidades.


A domesticação de animais permitiu ao homem da Pré-história deixar o comportamento nômade, iniciando a História proprimamente dita.


O domínio das técnicas de fundição permitiu ao homem desenvolver utensílios e armamentos, determinando o fim da Pré-História.


O desenvolvimento da agricultura e a domesticação de animais durante o Período Neolítico, marcaram o início da fixação do homem, que antes era nômade.

Atualmente, encontram-se dois modelos de atenção a saúde, vigentes no Brasil- Modelo Médico-assistencial Privatista e o Modelo Assistencial Sanitarista.

 

Assinale a afirmativa correta sobre o Modelo Médico-assistencial Privatista:


Está inserido dentro do contexto da Vigilância da Saúde, consolidando a oferta de serviços médicos a grupos populacionais.


Propõem ações de promoção da saúde, no nível de atenção primária, porém com um modelo de assistência centrado nas ações das equipes médicas e de enfermagem no ambiente hospitalar.


É caracterizado pela preocupação com a organização e acesso às ações e serviços de saúde.


Oferece as ações de assistência a saúde segundo a demanda espontânea dos usuários do serviço.


Está presente apenas na oferta de serviços de saúde pela iniciativa privada, consolidando as ações de saúde como privativas do médico.

Ao serem criadas as CAPs, em 1923, iniciou-se formalmente um sistema de previdência social no Brasil.

Assinale a alternativa que apresenta uma afirmativa correta sobre a criação das CAPs:


A criação das CAPs foi resultado das reivindicações dos operários no início do século XX.


A criação das CAPs foi resultado do golpe militar de 1969, com intuito de desmobilizar e enfraquecer o movimento sindical no Brasil.


As CAPs foram criadas em 1969, através da Lei Eloy Chaves, atendendo aos anseios dos operários e empresários.


As CAPs foram criadas por iniciativa do governo federal, diante da necessidade de garantir o sustento do trabalhador aposentado e das viúvas.


As CAPs foram criadas por iniciativa da nascente classe empresarial no Brasil, como estratégia para manter a influência e o domínio sobre os operários.

Com o objetivo de avaliar a associação do ganho de peso gestacional com o ganho de peso fetal e a incidência de macrossomia em duas maternidades, 200 gestantes saudáveis com índice de massa corporal normal foram divididas em dois grupos, um com ganho de peso adequado e o outro com peso excessivo na gravidez.  Ao final do estudo, concluiu-se que o ganho de peso materno excessivo esteve associado ao aumento do peso fetal ao nascer e à incidência de macrossomia.

(Disponível em . acessos em  02  out.  2014.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802012000400007.)

 

Assinale a alternativa que apresenta o tipo de estudo analítico aplicado na pesquisa epidemiológica descrita:


Estudo transversal


Estudo de coorte


Estudo ecológico


Ensaio clínico randomizado


Estudo caso-controle

Analise a seguinte situação:

Preocupados com o desmatamento e a ocupação de áreas de encostas na cidade em que lecionam, um professor de Biologia juntamente com um professor de Geografia, realizaram com os alunos do ensino médio, um trabalho de campo para observarem esses fenômenos, sob a orientação dos professores. Depois, os alunos pesquisaram e preparam um relatório apontando o que pode acontecer se essas áreas não forem recuperadas.

Assinale a alternativa que apresenta a correta associação da avaliação da perspectiva epidemiológica dessa atividade e sua justificativa.


Não pode ser considerada um estudo epidemiológico, porque é uma estratégica de ensino-aprendizagem.


Não pode ser considerada um estudo epidemiológico, porque é uma determinação de risco.


Não pode ser considerada um estudo epidemiológico, porque não é uma determinação de risco.


Pode ser considerada um estudo epidemiológico, porque é uma análise crítica de trabalhos científicos.


Pode ser considerada um estudo epidemiológico, porque os alunos fizeram uma determinação de prognóstico.

Páginas: 123456