QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL


Em um laboratório foram feitos testes cromatográficos com as substâncias A,B e C. Após as análises, utilizando uma fase estacionária apolar, obteve-se o cromatograma abaixo. Qual das alternativas contém a correlação certa entre os compostos e os picos no cromatograma.

 


A=2; B=2 e C=1
A=3; B=1 e C=2
A=3; B=2 e C=1
A=1; B=2 e C=3
A=1; B=3 e C=2

A seguir, é apresentado um cromatograma em que se realizou a separação de várias vitaminas. Analisando o cromatograma, estrutura dos compostos, e sabendo que a ordem de eluição é aquela colocada para os componentes, por que a substancia 1 (K3), embora similar em parte à substancia 7 (K1), apresenta tempo de eluição tão diferente? Dados: Coluna: C18; Fase móvel: Metanol:Acetonitrila (40:60); Detector: UV em 280 nm; Componentes: K3, A, D2, D3, E, Acetato de vitamina E e K1.

 


A substância 7 (K1) apresenta uma longa cadeia lateral de hidrocarboneto, tornando-a mais apolar.
A fase estacionária é muito polar.
A coluna deve estar contaminada com terpenoides.
A substância 1 (K3) é mais apolar.
O operador do equipamento errou na montagem da rampa de aquecimento.

Correlacione as colunas:


1 - Injetor                                                  ( ) Compõe a fase móvel na CG

2 - Gás de arraste                                       ( ) promove a separação cromatográfica

3 - Manômetro                                            ( ) vaporiza a amostra

4 - Coluna                                                  ( ) Promove o aquecimento do detector

5 - Forno                                                    ( ) Envia sinal elétrico para o amplificador

6 - Detector                                                ( ) Controla a vazão do gás


A sequência que relaciona corretamente a coluna da esquerda com a coluna da direita é:


4 – 2 – 1 – 5 – 6 – 3
1 – 3 – 4 – 2 – 6 – 5
2 – 1 – 4 – 5 – 3 – 6
3 – 2 – 1 – 6 – 5 – 4
2 – 4 – 1 – 5 – 6 – 3

Analisando o cromatograma, em que se procedeu a separação das substâncias A, B e C, é correto determinar que:

 


A substância C é a que mais interage com a fase estacionária.
A substância A é a que menos interage com a fase móvel.
A substância C é a que menos interage com a fase estacionária.
A substância A é a que mais interage com a fase estacionária.
A substância B é a que menos interage com a fase móvel.

Dois compostos A e B foram separados por cromatografia em camada delgada. Quando o solvente atingiu 6,5 cm acima do ponto de aplicação da amostra, a mancha A estava a 5 cm e a de B a 3,6 cm. Calcule o Rf de A e B.


A = 0,55 e B = 0,77
A = 1,4 e B = 0,72
A = 1,3 e B = 1,8
A = 0,77 e B = 0,55
A = 1,5 e B = 0,52

Qual a massa de sal que deverá ser pesada para preparar 500 mL de solução de Ca2+ na concentração de 1000 mg/L a partir de Ca3(PO4)2. Dados: Ca = 40g/mol e Ca3(PO4)2 = 310 g/mol.


4076,60 mg
5297,32 mg
8114,54 mg
1291,67 mg
7098,16 mg

Usando a cromatografia de placa, uma mistura de compostos (etanol; butan-1-ol; benzeno),  foi separada obtendo-se o resultado demonstrado na imagem abaixo. Sabendo que a fase móvel utilizada foi o benzeno e que a fase estacionária usada foi a água, qual das alternativas apresenta a correlação certa entre o resultado obtido na placa e os compostos?

 


A = Benzeno; B = Butan-1-ol; C = Etanol
A = Etanol; B = Butan-1-ol; C = Benzeno
A = Butan-1-ol; B = Benzeno; C = Etanol
A = Benzeno; B = Etanol; C = Butan-1-ol
A = Etanol; B = Benzeno; C = Butan-1-ol

Com a finalidade de identificar os compostos presentes em uma mistura, alguns alunos utilizaram a cromatografia de placa, obtendo o resultado demonstrado abaixo. Qual das alternativas apresenta um resultado possível, sabendo que a fase estacionária é sílica-gel e a fase móvel é éter de petróleo.

 


A = Naftaleno e B = propan-2-ol
A = Ácido etanóico e B = Hexano
A = Etanol e B = Naftaleno
A = Metilanina e B = Butano
A = Etanol e B = Metilbenzeno

Um determinado resíduo industrial, possui uma quantidade desconhecida de ACETATO DE CHUMBO Pb (C2H3O2)2. Uma amostra de 100 mL desse resíduo foi diluída em um balão de 1 L, do qual retirou-se certa quantidade para leitura em fotômetro de chama, apresentando a emissão no valor de 28,4 . Uma solução de Pb+2, com concentração de 4,27 x 10-4 mg/mL foi analisada e apresentou emissão de 12,7. Sabendo que a massa molar do acetato de chumbo é 325,29 g/mol e do íon Pb+2 é 209,98 g/mol, determine a concentração em g/L de Pb(C2H3O2)2 no resíduo industrial.


3,8 x 10-3 g/L de Pb(C2H3O2)2
6,11 x 10-6 g/L de Pb(C2H3O2)2
1,34 x 10-2 g/L de Pb(C2H3O2)2
1,48 x 10-2 g/L de Pb(C2H3O2)2
1,84 x 10-6 g/L de Pb(C2H3O2)2

Um processo na indústria farmacêutica, utiliza uma mistura de reagentes contendo cloreto de sódio (NaCl) em uma concentração determinada. Um técnico laboratorial recebeu uma amostra dessa mistura para confirmar a concentração e fez o seguinte teste: pesou 0,745 g da amostra e transferiu para um balão volumétrico de 250 mL. Retirou 5,00 mL dessa solução e transferiu para um balão de 50 mL e avolumou. A análise dessa solução apresentou emissão igual a 27. Determine a massa de Na+ em miligramas da amostra no balão de 250 mL, utilizando a curva analítica de calibração mostrada abaixo.

 


115 mg de Na+ no balão de 250 mL
165 mg de Na+ no balão de 250 mL
62 mg de Na+ no balão de 250 mL
90 mg de Na+ no balão de 250 mL
30 mg de Na+ no balão de 250 mL
Páginas: 12