FORMAÇÃO GERAL XIII


Profissionais da gestão consideram que não dá para definir a estratégia de uma empresa sem conhecer a fundo os 4 Ps de marketing dela (Praça, Preço, Produto e Promoção). Por isso,  a ENDEAVOUR ( 2019) considera que, se você está iniciando um empreendimento, já deve ter ouvido por aí que, para ele deslanchar, um bom planejamento é tudo. É por meio do planejamento que você conseguirá alcançar os objetivos traçados e as metas definidas para as vendas. Pois bem, sem um conjunto consistente de técnicas e métodos, você não conseguirá ir muito longe. Agora, considerando os elementos básicos que devem compor qualquer estratégia: os 4 Ps, relacione as colunas da direita e esquerda assinalando a alternativa correta.    I Praça ( ) Diz respeito a quanto e como será cobrado do cliente. Neste item do composto mix, o produto pode ser barato ou de luxo. Pode ser cobrado uma só vez ou por mensalidade.  II   Preço ( ) Refere-se aos pontos de contato do público-alvo com o produto ou serviço, podendo ser online ou em espaços físicos. III Produto ( ) Estende-se às estratégias de divulgação utilizadas pela empresa. Não só os canais, mas a comunicação que será passada para o público-alvo.  IV Promoção ( ) Concerne muito mais aos aspectos intangíveis do que aos técnicos. Existem alguns atributos de marca que podem ser passados na experiência de uso de um produto ou serviço.   A ordem correta é:

I,  II, III  e IV.
III, IV,  II e I.
IV,  II, I  e III.
II, III, IV  e I.
II, I, IV e III.

Sobre a missão da empresa, se a empresa não souber para que ela existe, ela não conseguirá definir uma estratégia de crescimento, porque os objetivos da empresa não serão claros. Logo, podemos fazer qual a relação a partir dessa ideia? Considere as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta na sequência. (SEBRAE, 2019)

 I   a declaração da missão serve como base para a construção da estratégia.

II   uma empresa deve levar o benefício (do produto ou serviço) ao seu público-alvo.

III   a declaração da missão deve ser longa o suficiente para trazer todos os objetivos da empresa.

IV    uma boa definição de missão deve esclarecer o benefício gerado pela empresa para o seu público-alvo.

 

Assinale a alternativa correta.


Todas as afirmativas estão corretas.


As afirmativas II, III e IV estão corretas.


As afirmativas  I, III e IV estão corretas.


As afirmativas  I, II e III estão corretas.


As afirmativas  I, II e IV estão corretas.

“Considere que um jovem de 17 anos está apresentando tiques motores e, em menos quantidades, tiques vocais, desde os 15 anos. Os pais, preocupados, pois o rapaz não queria mais sair de casa e nem ir à escola devido ao grande constrangimento, o levam ao psiquiatra. Este, ao examinar a história familiar, dirige suas perguntas para a detecção de um tipo de transtorno, que se sabe que pacientes com  TOC apresentam” (DSM – IV Casos Clínicos Vol 2 – Especialistas contam como tratam seus pacientes. Michael, F. M; Janet, B. W; Spitzer, R.L. Porto Alegre: Artmed, 2008).


Tomando o excerto como base, que transtorno é esse?


Fobia social.


Síndrome de Tourette.


Transtorno de adaptação.


Doença de Parkinson.


Transtorno do terror noturno.

Na área da IA há grandes cientistas, mas alguns se destacaram como os desbravadores em suas áreas. Entre esses nomes um se destaca como o cientista que cunhou o termo "Inteligência Artificial". Quem foi este cientista?


Herbert Simon.


Stephen Hawking.


Jack Copeland.


Alan Turing.


John McCarthy.

Cordioli aborda que:

 

os transtornos de ansiedade são as doenças psiquiátricas mais comuns. As perturbações de ansiedade ou transtornos de ansiedade são um grupo de perturbações mentais caracterizadas por sentimentos de ansiedade e medo. A ansiedade corresponde à preocupação com acontecimentos futuros, enquanto o medo é uma reação aos acontecimentos do presente e reais (CORDIOLI, 2014),


No DSM V o TOC está classificado como transtorno relacionado ao TOC. No DSM IV o transtorno de ansiedade compreende os quadros de :


transtorno do pânico e transtorno de despersonalização.


transtorno de personalidade esquiva e distimia.


transtorno obsessivo-compulsivo e fobias.


transtornos dissociativos e somatoformes.


transtorno histriônico e parafilias.

Dentre as possíveis comorbidades com o TOC, esse quadro  “é conhecido popularmente como a “feiura imaginária”. Sua característica principal é a preocupação excessiva com um aspecto ou defeito na aparência pessoal, ao ponto de causar sofrimento significativo ou prejuízo no funcionamento social ou ocupacional (DSM  V)” (CORDIOLI. A.V. TOC. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2014).


Tendo isso em vista, assinale a alternativa que se relaciona com essa descrição.


Anorexia.


Binge.


Transtorno dismórfico corporal.


Fobia.


Depressão maior.

”Os indivíduos que apresentam o TPOC caracterizam-se por serem perfeccionistas, excessivamente preocupados com detalhes, cumprimento de regras, organização e horários. São exigentes, rígidos e inflexíveis em questões de moral tanto para consigo mesmos como em relação aos outros” (CORDIOLI.  A.V. TOC. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2014).

 

O tipo subclínico não carece necessariamente de tratamento por não comprometer a rotina e desempenho do sujeito. No quadro clássico de TOC o tratamento compreende:


eletroconvulsoterapia.


psicoterapia.


antidepressivos inibidores da recaptação de serotonina (IRSS) e psicoterapia.


anticonvulsivante.


medicação.

“Os transtornos alimentares geralmente apresentam as suas primeiras manifestações na infância e na adolescência. De uma maneira geral, podemos dividir as alterações do comportamento alimentar neste período em dois grupos. Primeiramente, aqueles transtornos que ocorrem precocemente na infância e que representam alterações da relação da criança com a alimentação. Estas condições parecem não estar associadas a uma preocupação excessiva com o peso e/ou a forma corporal, mas podem interferir com o desenvolvimento infantil.  [...]  O segundo grupo de transtornos tem o seu aparecimento mais tardio e é constituído pelos transtornos alimentares propriamente dito”.  (APPOLINÁRIO, J. C.; CLAUDINO, A. M. Transtornos Alimentares. Revista  Brasileira de  Psiquiatria. 2000;22 (Supl II):28-31).

 

Tendo em vista o trecho acima, analise as assertivas abaixo em relação aos transtornos alimentares:

 

I. A prevalência para anorexia nervosa entre jovens do sexo feminino é significativamente maior em relação ao mesmo quadro desenvolvido por meninos.

II.Um dos critérios da bulimia nervosa, de acordo com o DSM-5, é que a compulsão alimentar e os comportamentos compensatórios inapropriados ocorrem, em média, no mínimo uma vez por mês, durante seis meses.

III. A bulimia nervosa costuma afetar mais mulheres do que homens, com uma proporção  feminino-masculino de aproximadamente 10:1.

IV. Os transtornos alimentares, como a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, são incomuns antes da puberdade ou depois dos 40 anos.


Quais afirmativas estão corretas?


Apenas II, III e IV.


Apenas I e II.


Apenas I, III, IV.


Apenas II e III.


I, II, III e IV.

A atenção é “Uma direção conscientemente focalizada, de modo que o indivíduo se encontra plenamente preparado para responder a um tipo específico de sinal ou input sensorial.”

(STRATTON, P.; HAYES, N. Dicionário de psicologia. São Paulo: Cengage Learning, 2009).Sobre o processo de atenção, aponte a alternativa correta.


O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade - TDAH - não é real porque não existe evidência de que ele esteja associado com um dano muito evidente ou doença no cérebro.


É um erro chamar a atenção de seletiva, pois cada organismo capta todos os estímulos ao seu redor.


A maioria dos casos de TDAH surge de efeitos genéticos e dificuldades do desenvolvimento do cérebro.


Os sinais de TDAH só podem ser detectados quando a criança está em idade escolar.


Uma evidência de que o TDAH não é real, é que não há um teste de laboratório para detectá-lo.

Existem vários campos onde encontramos o uso de IAs - Inteligências para jogos de computador,  chatbots, análise de imagens e sons etc. Quais são eles?


Visão digital, processamento de dados Big Data, qualidade computacional,  programação de IAs, processamento de linguagem de programação.


Aprendizagem de novas linguagens, processamento ativo, atividades neurocognitivas, criação de categorias aleatórias.


Aprendizado Generalizado, lógica computacional, matemática discreta, análise de dados, processamentos diversos, vida artificial.


Verificação de padrões, definição de requisitos, funcionalidade de problemas complexos, armazenamento Big Data.


Aprendizagem de máquina, visão computacional, processamento de linguagem natural, robótica, reconhecimento de padrões, gestão de conhecimento.

Páginas: 12345