ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS


Suponha que você é o responsável pela análise da viabilidade econômico-financeira dos projetos de investimentos da Fubá S.A. Acabou de chegar às suas mãos um relatório contendo os cenários esperados de um novo projeto, do qual a Fubá S.A. foi convidada a participar. Sabendo que o VPL esperado deste projeto é de R$ 19.750,00, determine seu risco. CENÁRIOPROBABILIDADEVPL  (R$)Pessimista35%(15.000)Provável50%35.000Otimista15%50.000

R$ 21.281,92
R$ 21.981,84
R$ 26.003,61
R$ 26.271,76
R$ 27.816,19

 

Todo projeto é único e envolve quatro fases, na seguinte ordem : preparação, estruturação, desenvolvimento e encerramento. A fase de estruturação de um projeto diz respeito a:

 

 


Definição dos recursos pessoais e materiais que deverão ser utilizados na execução do projeto

 

 


Delegação das responsabilidades e distribuição das tarefas.

 


Início da execução do projeto.

 


Definição do objetivo principal e secundário, bem como, ao esclarecimento das expectativas às entidades envolvidas.

 


Término do desenvolvimento do projeto em que os beneficiários poderão utilizá-lo para o fim a que foi programado.

 

 

 

Todo projeto é único e envolve quatro fases, na seguinte ordem : preparação, estruturação, desenvolvimento e encerramento. A fase de estruturação de um projeto diz respeito a:

 

 


Definição dos recursos pessoais e materiais que deverão ser utilizados na execução do projeto

 

 


Delegação das responsabilidades e distribuição das tarefas.

 


Início da execução do projeto.

 


Definição do objetivo principal e secundário, bem como, ao esclarecimento das expectativas às entidades envolvidas.

 


Término do desenvolvimento do projeto em que os beneficiários poderão utilizá-lo para o fim a que foi programado.

 

 

Em relação à Incerteza e ao Risco, assinale a alternativa correta:


A incerteza ocorre quando não se tem certeza se um projeto terá riscos; risco é a chance de algo ocorrer de maneira ruim;


O risco é o contrário da incerteza, ou seja, risco pode ser classificado como a probabilidade de algo “dar errado”; 


A incerteza e o risco são sinônimos, e simbolizam a possibilidade algo “dar errado”;


A incerteza é quando se possui cálculos das possibilidades de um resultado ocorrer; o risco é quando não se sabe o que vai acontecer;


A incerteza ocorre quando determinado fato não pode ser medido em termos de probabilidade; o risco ocorre quando todas as situações possíveis de um evento podem ser quantificadas por probabilidades de ocorrência dos resultados;

Uma companhia adquire um novo equipamento, cujo investimento inicial foi de R$ 120.000,00. A expectativa do gestor é que este novo investimento traga um fluxo de caixa incremental para os próximos 10 anos de R$ 26.800,00. Considerando que a TMA (Taxa Mínima de Atratividade) para este investimento é de 12,5% ao ano, é possível dizer que a TIR (Taxa Interna de Retorno) deste investimento é:


18,10%


18,28%


17,94%


17,64%


18,56%

Uma taxa de 1% a. m. é equivalente a 12,682503% a. a. pois, aplicando R$ 100,00 em 12 meses, à taxa de 1%, ou R$ 100,00 em 1 ano, à taxa de 12,682503%, obter-se-á aproximadamente R$ 12,68 de juros. Neste contexto, leia com atenção a questão a seguir e faça o que se pede:

Assinale, a seguir, a alternativa que apresenta a taxa equivalente diária a 12% anual:


0,0314851% a. d.


0,0296583% a. d.


0,0310538% a. a.


0,0314851% a. a.


0,0305618% a. d.

O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é um imposto que incide sobre operações de crédito, operações de câmbio e seguros, bem como as que se referem a títulos e valores imobiliários. (https://www.guiabolso.com.br/glossario/i/iof-imposto-sobre-operacoes-financeiras/ acesso em 05/03/2019).

 

Assumindo que este imposto é cobrado no ato da contratação de um financiamento e que sua alíquota é de 2%, ele ainda pode ser embutido no financiamento ou não.

 

Com base nas explicações acima calcule o valor financiado e o valor liberado para um financiamento de R$50.000,00 sem o IOF fazer parte do valor financiado.

 

 


Valor Financiado  = 50.000,00         Valor Liberado = 49.000,00

 


Valor Financiado = 51.020,41          Valor Liberado = 51.020,41

 


Valor Financiado = 51.020,41          Valor Liberado = 50.000,00

 


Valor Financiado = 50.000,00          Valor Liberado = 50.000,00

 


Valor Financiado = 50.510,21          Valor Liberado = 49.500,00

 

 

Francisco acabou de comprar um apartamento no valor de R$ 270.000,00. Deu 25% de entrada e financiou o restante em 60 parcelas mensais e iguais. Optou por também financiar o IOF de 2% que a instituição financeira cobra no ato do cliente. A taxa de juros utilizada no contrato de financiamento foi de 5%a.m.

 

 Assinale a alternativa que indica corretamente o valor a ser financiado, o valor do IOF e o valor a ser liberado, respectivamente. 

 


valor a ser financiado = 275.510,20, IOF = 5.510,20 e valor a ser liberado = 270.000,00

 


valor a ser financiado = 202.500,00, IOF = 4.132,65 e valor a ser liberado = 206.632,65

 


valor a ser financiado = 206.632,65, IOF = 4.132,65 e valor a ser liberado = 202.500,00

 


valor a ser financiado = 270.000,00, IOF = 5.510,20 e valor a ser liberado = 275.510,20

 


valor a ser financiado = 241.071,43, IOF = 5.510,20 e valor a ser liberado = 275.510,20

 

Em relação ao Índice de Lucratividade (IL), marque a alternativa correta:


É o período de recuperação do capital investido;


É a medida relacionada ao Payback junto à TIR (Taxa Interna de Retorno);


É a taxa de juros que pode ser comparada com o custo do capital;


É a medida com base nos recursos atuais, projetados de todos os fluxos de caixa futuros, descontado o investimento inicial;


Trata-se de uma medida relativa ao valor dos fluxos de caixa obtidos pelo investimento, e o valor inicial aplicado para a realização do projeto;

Na apuração do desembolso efetivo de uma determinada aquisição, alguns fatores devem ser considerados: o valor residual contábil (VRC) do bem a ser vendido deve ser comparado ao valor apurado pela venda (VAPV) deste ativo, para que a partir desta comparação seja verificada a possibilidade de pagamento, economia ou isenção de imposto de renda. Neste contexto, leia com atenção a questão a seguir e faça o que se pede:

Quando um equipamento a ser substituído é vendido por um valor inferior ao seu valor residual contábil, o Imposto de Renda:


É calculado sobre a soma do valor de venda e do valor residual contábil;


É zero;


É calculado pela “economia” obtida entre o valor de venda e o valor residual contábil;


É calculado pelo valor de venda;


É calculado pelo valor residual contábil;

Páginas: 1234567